Animais

Peixinho dourado passou por uma complicada cirurgia na cabeça e passa bem!





O Kinguio ou peixe japonês (Carassius auratus) é originário da China, de água fria. É uma espécie bastante antiga, tendo seus primeiros registros durante a dinastia Chun (265-907 d.C.), sendo descrita a coloração dourada pela primeira vez.

É uma espécie bastante popular entre os amantes do aquarismo, pois é uma espécie de baixo custo e que pode ter uma longevidade de vida entre 10 a 20 anos. No entanto, essa espécie requer cuidados em sua criação como temperatura da água, pH e alimentação adequada, caso contrário, esses animais podem vir a desenvolver uma série de problemas.


Por amor a seu peixe de estimação George, uma mulher residente da Austrália procurou veterinários para realizar uma cirurgia para retirada de um tumor na cabeça do animal. Os veterinários deram duas opções a sua dona: ou ela aceitava fazer a cirurgia ou o peixe morreria. Sem saída, a dona aceitou submeter o peixinho ao procedimento.

Segundo um dos veterinários responsáveis, a cirurgia durou em torno de 45 minutos e foi complicada. Durante o procedimento foram utilizados três baldes adaptados: um com dose de anestésico para manter o peixe inconsciente, outro para manter o nível de anestésico na dosagem ideal para o procedimento e o último com água limpa para sua recuperação.

peixe3

Por amor a seu peixe de estimação George, uma mulher residente da Austrália procurou veterinários para realizar uma cirurgia para retirada de um tumor na cabeça do animal. Foto: BBC

Quando o peixe ficou inconsciente, colocaram em sua boca um tubo que era ligado ao balde que continha o anestésico. Trabalharam rapidamente na remoção do tumor que foi considerado grande comparado ao tamanho do animal. Para o controle da hemorragia foi utilizada uma esponja de gelatina. Ao finalizar o procedimento, o peixe foi para o terceiro balde para sua recuperação e ficou recebendo medicamentos para dor juntamente com antibióticos.

Para salvar a vida do seu peixe a dona teve um gasto de R$ 470,00. Mas para salvar a vida de quem se ama não existe valor. Com esse procedimento é claro perceber a evolução na medicina veterinária, que a cada dia vem ganhando mais espaço na busca de salvar a vida de diversas espécies animais.

peixe4

Quando o peixe ficou inconsciente, colocaram em sua boca um tubo que era ligado ao balde que continha o anestésico. Trabalharam rapidamente na remoção do tumor que foi considerado grande comparado ao tamanho do animal. Foto: BBC

peixe2

Ao finalizar o procedimento, o peixe foi para o terceiro balde para sua recuperação e ficou recebendo medicamentos para dor juntamente com antibióticos. Foto: BBC

Fontes: bbcsaudeanimaluol

Este texto é de autoria da Bióloga Nayara Castro

Novidades

Topo