Curiosidades

Anomalia congênita faz pessoas que nascerem com a pupila manchada e fica bem bizarro!

 Meu sobrinho nasceu com a pupila manchada. O médico falou que é “coloboma”. O que causa isso? Tem cura? (George Wagner)

George, o coloboma é um defeito geralmente congênito (ocorre na gestação), mas também pode ser resultado de traumas oculares em outras fases da vida. Primeiro vamos esclarecer quem é quem no nosso olho.


A parte externa branca do olho chama-se esclerótica e a parte colorida do olho, que pode ser castanha, azul ou verde, é a íris. A íris é protegida externamente por uma membrana transparente chamada córnea. No meio da íris fica a bolinha preta chamada pupila, que na verdade é um buraco na íris por onde a luz entra para formar a imagem na retina. A retina fica no fundo interno do olho como uma tela e forma as imagens através de suas células fotossensíveis. Depois de formada a imagem na retina, ela é enviada ao cérebro através do nervo óptico.

Durante o desenvolvimento embrionário, alguns fatores podem prejudicar a formação completa das estruturas oculares: genética, medicamentos, doenças infecciosas ou drogas. O coloboma pode acontecer só na íris ou em outras partes como pálpebra, retina, nervo óptico ou coroide (camada existente entre a esclerótica e a retina). Quando é só na íris, frequentemente a causa é genética e hereditária. A pupila fica com aspecto de fechadura na maioria dos casos, porém pode ocorrer como uma “segunda” pupila. Nesse caso é comum a formação de duas imagens na retina, o que resulta em visão turva ou imagens fantasmas. Os olhos de quem tem coloboma precisam de cuidado maior com a exposição ao sol, pois a abertura na íris permite maior entrada de raios UVA e UVB.

bilateral-iris-coloboma

O coloboma é um defeito geralmente congênito (ocorre na gestação), mas também pode ser resultado de traumas oculares em outras fases da vida. Foto: Reprodução/chev

Não há cura para o problema, mas cirurgias reparatórias de imperfeições na íris estão sendo desenvolvidas, como a já citada em outro post [ clique AQUI]. Nessa cirurgia, um implante flexível é colocado sobre a íris e além de corrigir o defeito, protege os olhos dos raios solares. De modo geral, quem tem coloboma possui diminuição da visão e precisa de acompanhamento oftalmológico periódico.

Obs: Alguns se referem a esse defeito como síndrome do olho de gato, porém essa síndrome é uma trissomia rara, onde o cromossomo 22 tem uma cópia a mais e além do coloboma, os portadores dessa síndrome possuem várias outras má formações.

Im03Vsu

Durante o desenvolvimento embrionário, alguns fatores podem prejudicar a formação completa das estruturas oculares: genética, medicamentos, doenças infecciosas ou drogas. Foto: Reprodução/redditpics

fPgWf

O coloboma pode acontecer só na íris ou em outras partes como pálpebra, retina, nervo óptico ou coroide (camada existente entre a esclerótica e a retina). Foto: reprodução/redditpics

C002G004

Os olhos de quem tem coloboma precisam de cuidado maior com a exposição ao sol, pois a abertura na íris permite maior entrada de raios UVA e UVB. Foto: Reprodução/viva

Fonte: minhavida Embriologia Clínica; MOORE, Keith L.

Novidades

Topo