Animais

Por que quando os animais machucam eles ficam lambendo a ferida?



“Por que quando os animais machucam eles ficam lambendo a ferida?” (Leonardo Phelipe)

É muito comum, para pessoas que tem um gato ou um cão como companheiro de estimação, vê-los lamber suas feridas ou até mesmo alguns machucados em pessoas. Mas o que os leva a ter essa atitude?


De acordo com veterinários essa atitude é instintiva, no entanto, de algumas forma, eles estão fazendo a coisa certa. Lamber a ferida realmente ajuda no processo de cicatrização, pois estimula a vascularização tecidual e através das lambidas ocorre à cicatrização de dentro para fora devido à presença de uma substância (histatina) que é responsável por matar bactérias e acelerar a recuperação da pele machucada.

Mesmo que a saliva de cães e gatos possa ajudar de alguma maneira na cicatrização de machucados, é importante que assim que seja percebida alguma lesão na pele, seja do próprio animal ou do ser humano, este seja levado ao médico para a prescrição do medicamento correto. Só porque a saliva do seu cão pode ter alguns benefícios potenciais não significa que ficar lambendo a ferida não ofereça riscos. Cães e gatos, por exemplo,  possuem  em suas  bocas uma bactéria chamada Pasteurella que podem causar infecções graves na pele se transmitida para uma ferida. 

dogtongue

Lamber a ferida realmente ajuda no processo de cicatrização, pois estimula a vascularização tecidual e através das lambidas ocorre à cicatrização de dentro para fora. Foto: Reprodução/animalcentral

Além dos felinos e cães, outros animais podem vir a ter essa mesma atitude de lamber ferimentos como as ovelhas e muitos outros, demonstrando assim, que a ação não é apenas de caráter instintivo como também biológico, sendo uma própria defesa do organismo animal.

88687

Só porque a saliva do seu cão pode ter alguns benefícios potenciais não significa que ficar lambendo a ferida não ofereça riscos. Foto: Reprodução/jenprozeny

article-inline-cme-photography.prod.demandstudios.com-1425acb7-a20e-4327-b6bd-71fcad491229

Dependendo da gravidade da ferida é melhor que o animal utilize um protetor que irá impedi-lo de lamber e transferir bactérias para o ferimento. Foto: Reprodução/ehow

Fontes: Revista meu pet e Ehow Brasil.

Este texto é de autoria da Bióloga Nayara Castro

Novidades

Topo