Curiosidades

Por que gostamos tanto de comer coisas doces?

A resposta é simples: Nós não evoluímos em um mundo cheio de açúcar. Nossos ancestrais na África só tinham o doce das frutas e o precioso mel de abelhas para terem o raro prazer de ingerir algo doce e serem premiados com o valor energético. Aqueles dos nossos ancestrais que gostaram e ingeriram mais açúcar, provavelmente ganharam mais vantagem na seleção natural e passaram seus genes “adoradores de açúcar” para seus descendentes.

Hoje, o açúcar está em quase todos os alimentos processados, bem como na forma de doces como geleias, biscoitos e refrigerantes.  O açúcar não é nada bom para nossa saúde, ele provoca o aumento das taxas do hormônio insulina na corrente sanguínea. Isso faz com que o corpo deixe de retirar energia do açúcar enviando a gordura para armazenagem. Assim, a ingestão de açúcar engorda, mesmo! Em grandes quantidades, o açúcar pode atrapalhar o funcionamento natural da insulina, levando a pessoa a desenvolver diabetes.


Depois que nosso corpo passa a gostar de açúcar, ele vai exigir sempre mais e mais, afinal, queimar açúcar é muito menos trabalhoso do que queimar gordura. Então nosso corpo fica “programado” para pedir açúcar poque sabe que o “trabalho” para obter energia é menor. Por isso, o consumo de açúcar deixa os seres humanos de hoje viciados de uma forma que nossos antepassados jamais foram.

Aqueles dos nossos ancestrais que gostaram e ingeriram mais açúcar, provavelmente ganharam mais vantagem na seleção natural e passaram seus genes “adoradores de açúcar” para seus descendentes. Foto: Reprodução/ Aqueles dos nossos ancestrais que gostaram e ingeriram mais açúcar, provavelmente ganharam mais vantagem na seleção natural e passaram seus genes “adoradores de açúcar” para seus descendentes. Foto: Reprodução/paleodesserts[ /caption]

 

Fonte: sciencefocus


⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Novidades

Topo