Novo pterossauro descoberto por brasileiros lembra criaturas do filme Avatar

Pesquisadores brasileiros encontraram na China fósseis de pterossauro que parecem o cruzamento entre um pelicano e as criaturas voadoras existentes no filme Avatar. O então batizado Ikrandraco avatar foi um réptil voador que conviveu com os dinossauros há 120 milhões de anos. O Ikrandranco tinha 70 centímetros, mas uma envergadura de 2,5 metros e as surpresas não pararam aí. Os pesquisadores se depararam com uma crista embaixo da mandíbula, e uma formação óssea na mesma região que se assemelha a um gancho.

Seu crânio sugere que os répteis voadores comiam algo como aves marinhas modernas, roçando a água para a alimentação com a ajuda de uma espécie de bolsa que existia na garganta. Além disso as cristas presentes embaixo da mandíbula serviam para manobrar durante os voos e captura do alimento, assim como as criaturas de Pandora faziam no filme Avatar.  A presença de cristas nunca havia sido relatada em pterossauros, sendo que a encontrada no Ikrandraco parecia um abridor de garrafas, também servindo para uma base para tecidos moles, como as bolsas na garganta, semelhantes as dos pelicanos.

O novo gênero de pterossauros descoberto tem esse nome também como referência ao filme. Os personagens ficcionais do filme usavam “ikran” para se referir as montanhas, enquanto que “draco” significa dragão.

top-image_0
Ikrandraco avatar foi um réptil voador que conviveu com os dinossauros há 120 milhões de anos. Paleoarte de Chuang Zhao. Foto: Reprodução/ifls

É sempre importante lembrar que apesar de conviverem na mesma época os pterossauros não são dinossauros. Eles são os primeiros répteis voadores com algumas características próprias. Os pterossauros em geral tinham o quarto dedo muito comprido e coberto por membrana que formava a asa. Além disso, a parede de seus ossos era finíssima, sendo que algumas tinham menos de dois milímetros. Desse modo, ficaram leves, o que os tornou os primeiros animais a voar batendo asas ao invés de planar.

the-head
Este animal possuía uma crista embaixo da mandíbula, e uma formação óssea na mesma região que se assemelha a um gancho. Paleoarte de Chuang Zhao. Foto: Reprodução/ifls
chinadinossauroavatarrepr02
Fósseis da nova espécie de pterossauro que foram encontrados na China por paleontólogos. Foto: Reprodução/g1
avatar
Nova espécie de pterossauro recebeu nome em homenagem ao Na’vi Ikran, personagem que lembra um dragão no filme Avatar. Foto: Reprodução/G1

Fonte: iflscience