Gorila antissocial passa por tratamento por odiar fêmeas

E mais um vez um dos grupos de  hominídeos (gorilas, chimpanzés, orangotangos e  homens) mostram que carregam dentro de si muito da personalidade humano, ou vice-cersa, nunca saberemos. Desta vez um gorila macho de 195 kg está sendo enviado para terapia por se comportar de maneira “antissocial” com as fêmeas de sua espécie. Os biólogos dizem que o gorila, chamado Patrick, se mostra altamente intolerante com as meninas.

Patrick está há mais de 18 anos sem manter qualquer relação significativa com a fêmeas que foram apresentadas à ele no Dallas Zoo, no Texas. Ele se quer consegue conviver com elas no mesmo espaço e por isso foi enviado para um zoológico na Carolina do Sul onde terá sua “tão sonhada” vida de solteiro sem a insistência dos biólogos da Dallas Zoo para que ele iniciasse uma vida sexual.  Sua nova casa, na Carolina do Sul, é famosa por abrigar animais de zoológico que apresentam problemas comportamentais.

Os biólogos do Texas já sabiam do comportamento incomum de Patrick que mostrou tais desvios desde que sua mãe o abandonou e quando ele atacou outro gorila com mordidas. Sua intolerância pelas fêmeas não parece ter muita explicação e ele vive isolado sem dar chance para amizades. Os biólogos acreditam que em sua nova casa, ele fará amigos, pois viverá entre outros gorilas machos.

7072dc0c-8ba5-4de6-8eba-3e2ebed54aea
Patrick está há mais de 18 anos sem manter qualquer relação significativa com a fêmeas que foram apresentadas à ele no Dallas Zoo, no Texas. Foto: Reprodução/newsmax

 

Fonte: newsmax