Animais

Podemos transmitir doenças para os nossos bichinhos de estimação?

Podemos transmitir doenças para os nossos bichinhos de estimação?
5 (100%) 2 votes

 É muito comum encontrarmos pesquisas científicas que falem sobre as doenças transmitidas aos seres humanos através dos animais. Mas, curiosamente, é possível ocorrer o processo inverso de transmissão, ou seja, o homem transmitir doenças para os animais. Assim sendo, tal processo inverso, cujo termo científico é Zooantroponose ou Zoonose Reversa, ocorre quando uma infecção é transmitida aos animais a partir do homem como reservatório primário. No entanto, pesquisadores garantem que tem sido muito frequente a ocorrência de seres humanos que transmitem patógenos para os animais em geral.

O primeiro estudo que evidenciou a transmissão de parasitas humanos para os animais foi publicado no ano de 2000. Dentre os agentes parasitários (agente causador da doença) os mais citados foram a Giardia duodenalis (protozoário: organismo unicelular causador de infecção intestinal); o Staphylococcus aureus (bactéria causadora de infeções), Ascaris lumbricoides (verme conhecido como lombriga) e o vírus influenza A (causador de um tipo de gripe).


E falando em gripe, outro estudo também relata a possibilidade desta infecção ser transmitida do homem para o animal e, vejam só que problemão de saúde descobriram sobre a zoonose reversa:  Além dos seres humanos transmitirem infecção para os cães e gatos, podendo até adoecê-los, estes animais infectados pelos vírus podem desempenhar um papel de “ajudantes” no desenvolvimento de novas cepas (descendentes) do vírus influenza humano (gripe).

Isso quer dizer que os nossos amiguinhos cães e gatos são infectados pelo vírus da gripe transmitido pelo homem e, uma vez abrigando estes vírus, os animais de estimação podem colaborar para o desenvolvimento e surgimento de outros tipos de vírus influenza humano. Portanto, nós humanos podemos sim transmitir doenças para os animais, inclusive a gripe.

Os estudos ainda revelam, dados surpreendentes e assustadores, com registros em todos os continentes do planeta, exceto na Antártida, indicando uma ameaça mundial. A explicação para esta Zoonose Reversa é sugerida pelo crescente contato do homem com animais por três razões principais: o rentável negócio no mercado de criação de gado; o enorme negócio global que envolve os animais de estimação gerando um aumento do convívio doméstico entre animal e seres humanos e, por fim, as evidentes alterações do ecossistema (conjunto dos seres vivos e suas interações com o ambiente).

Finalizando, os estudos sobre zoonoses reversas ressaltam a grande necessidade de direcionamento de investigações científicas para esta área, a fim de evitar ameaças futuras, considerando que a relação animal X homem, provavelmente continuará a se intensificar com o passar do tempo.

Fontes: MESSENGER, A. M.; BARNES, A. N.; GRAY, G. C. Reverse Zoonotic Disease Transmission (Zooanthroponosis): A Systematic Review of Seldom-Documented Human Biological Threats to Animals. BEELER, E. Influenza in dogs and cats. Veterinary Clinics of North America: Small Animal Practice. Este texto é de Autoria da Bióloga Ceila Cintra

Novidades

Topo