Cães são capazes de detectar câncer farejando o hálito da pessoa

Os benefícios da relação entre os cães e os seres humanos são bastante conhecidos por todos nós. No entanto, estudos iniciados em 2008, confirmam que nossos amigos de quatro patas podem ser muito mais do que bichos de estimação: Eles podem farejar o câncer, mesmo que os sintomas ainda não estejam visíveis.

De acordo com estudos, os cães podem, entre várias amostras de hálito humano, detectar qual dessas pertence a um portador de câncer de pulmão ou de mama. Eles podem acertar inclusive, casos precoces em que ainda não há vestígios da doença. Não é novidade para ninguém que o olfato canino é de longe muito melhor do que o nosso. Os cães possuem 120 e 300 milhões de receptores olfativos no nariz, enquanto nós, só possuímos cinco milhões. A umidade do nariz canino e os seus orifícios também ajudam na detecção dos cheiros, atuando como as antenas dos insetos na identificação de moléculas de cheiros. Para fazer uma comparação mais clara… Os cães podem sentir o cheiro de partes por trilhão. Um exemplo disto é se diluirmos uma gota de sangue em uma piscina olímpica. Os cães podem farejar este sangue!

O treinamento é feito da seguinte forma: Os pacientes com câncer de pulmão em estágio inicial sopraram dentro de tubos de ensaio (que eram tapados em seguida). Os cientistas treinaram os cachorros para sentar cada vez que sentissem “cheiro de câncer” em algum desses tubos de ensaio. Nos primeiros testes, foram utilizadas 55 pessoas com câncer de pulmão e 31 com câncer de mama e ainda um grupo de 83 pessoas saudáveis. Cinco cães treinados foram expostos ao hálito das pessoas e os acertos ficaram entre 88% e 97% na detecção da doença. Hoje, diversos estudos envolvendo detecção de diversos tipos de câncer por cães tem sido realizados.

O objetivo de tantos estudos é determinar quais são exatamente os odores que os cachorros são capazes de detectar. Se este objetivo for alcançado, os cientistas esperam construir uma espécie de ‘nariz eletrônico’ para diagnosticar o quanto antes casos de câncer de pulmão e aumentar assim as possibilidades de sobrevivência dos pacientes.

Jobi__2_-1_471796c
Cão farejando o hálito para testes de câncer de mama. Foto: Reprodução/medicaldetectiondogs
Sem-Título-1
Vários tipos de câncer já podem ser detectados pelos cães. Foto: Reprodução/alettertomydog

Fonte: super.abril & dogsdetectcancer