Curiosidades

Um tratamento experimental com células tronco, faz nascer, acidentalmente, um “nariz” na coluna da paciente





Médicos do Departamento de Neurocirurgia da Universidade de Michigan revelaram através de um artigo científico publicado no Journal of Neurosurgery (2014) o caso de um experimento com um resultado acidental totalmente inesperado e bizarro. Uma jovem paraplégica teve células tronco da mucosa nasal enxertadas na altura da lesão da sua coluna, oito anos mais tarde, os médicos descobriram que tecido respiratório e um muco semelhante ao muco nasal havia se desenvolvido no local.

Aos 18 anos uma jovem passou por um acidente de carro que resultou em uma lesão permanente na coluna na altura da 10 e 11 torácicas (T10 e T11), por três anos ela passou por tratamentos diversos sem resultado. Até que médicos sugeriram um tratamento experimental utilizando células tronco da mucosa nasal transplantadas no local lesionado da medula espinhal. Nossa mucosa olfatória possui células tronco progenitoras que tem se mostrado eficientes na regeneração de populações de células neurais em experimentos in vitro. Baseado nisso, os neurologistas, sugeriram que a jovem passasse pelo procedimento.


A cirurgia de transplante das células tronco aconteceu há oito anos e durante todo este tempo, a jovem veio alimentando esperanças de que o resultado viria com o tempo. No entanto, o que ela sentia eram dores e pressão na altura da junção torácica-lombar. Preocupada com tantas dores, a jovem procurou a equipe que fez o procedimento anos atrás. Exames de imagens revelaram que no local da antiga lesão, havia uma espécie de cisto medindo 3,9 x 1,2 cm que se estendia através da massa intramedular. Preocupados com o desenvolvimento de um tumor, os médicos imediatamente propuseram uma nova cirurgia.

Para surpresa de todos, um crescimento incomum contendo pedaços de ossos e pequenos ramos nervosos não conectados aos nervos havia se desenvolvido. Ao serem analisados por cortes histológicos revelaram que trata-se de tecido epitelial nasal e, para completar, a massa tinha uma bolsa de muco, semelhante a secreção nasal. Sim, um “nariz com catarro” cresceu na coluna da moça.

Este foi o primeiro caso em que este tipo de transplante, utilizando células-tronco da mucosa nasal, tem este tipo de reação. Em 2010, a equipe de Lisboa apresentou os resultados de um estudo piloto, onde 20 pacientes com lesões na medula espinhal receberam implantes de auto-enxertos de mucosa olfativa. Todos os pacientes sobreviveram, e parecia que o movimento em vários deles tinha melhorado.

ticks-nose

Foto: Reprodução/grisp

cirurgia

Foto: Reprodução/J Neurosurg: Spine / July 8, 2014

Fonte: J Neurosurg: Spine / July 8, 2014

 

Novidades

Topo