Curiosidades

Roacutan®, o medicamento que acaba mesmo com as espinhas para sempre. Veja como ele funciona no organismo!

“Tenho muitas espinhas no rosto, e queria fazer tratamento com Roacutan®. Queria saber porque as pessoas dizem que é tão eficiente.” Thiago Moraes

“É verdade que o Roacutan® acaba de uma vez com as espinhas e elas nunca mais voltam?” Isabella D. O.


“Minha médica recomendou o Roacutan® para melhorar a acne, mas passou tantos exames que fiquei com muito medo e minha mãe não quer mais deixar eu usar. É perigoso assim?” Dudinha

Thiago, Isabella e Dudinha, a princípio de conversa, este tipo de orientação só pode ser fornecida mesmo pelo dermatologista. Nós, Biólogos não temos a formação necessária para recomendar o uso de nenhum medicamento. O que vou fazer aqui, é explicar biologicamente como o Roacutan® age no organismo e por que ele faz tanto sucesso na cura da acne. Bem, o Roacutan® é um dos nomes comerciais mais conhecidos para o a Isotretinoína, seu princípio ativo. Desde que o uso dos medicamentos à base de Isotretinoína passaram a ser usados na cura da acne, considera-se que este, é o melhor tratamento para a acne severa com “cura” de até 80%.

A Isotretinoína, que também é usada em quimioterapia, tem um grande sucesso no combate das espinhas, agindo na raiz do problema. Isotretinoína é um retinóide derivado da vitamina A, que age diretamente nas glândulas sebáceas, impedindo que suas células produzam óleo. Como as células ficam reduzidas, essas glândulas ficam literalmente diminuídas, o que diminui a chance do folículo pilosebáceo ser entupido pelo sebo em excesso, pela mistura das células mortas da pele e pela ruptura do folículo. Tudo isso compromete o ambiente que favorece a proliferação bacteriana (Propionibacterium acnes) que causa a inflamação da pele, formação de cravos, espinhas e cistos.

Os exames são necessários e nenhum médico receitará Isotretinoína sem monitoramento total da saúde do paciente. O uso da Isotretinoína mexe nas funções do fígado e dos níveis de colesterol e triglicérides. Alguns especialistas dizem que esta droga age nos fatores de transcrição do DNA das células fazendo com que elas sofram apoptose (morte celular programada). Com isso, o fígado é severamente atingido durante o tratamento e o seu monitoramento é indispensável. O efeito colateral mais ressaltado é o ressecamento da mucosa da boca, nariz e olhos. Queda e ressecamento dos cabelos também é observado, e no caso das mulheres é preciso fazer exame de gravidez, uma vez que, uma gestante não poderá iniciar o tratamento, pois esta droga causa também má formação fetal. As mulheres ainda precisam assinar um termo de responsabilidade, garantindo que irá se cuidar para não engravidar durante o tratamento. Os menores de 21 anos também precisam de autorização dos pais!

roac

Picture-2

roaccutane-before-after-1

roaccutane-before-after-3

roacute

Fonte: Dra. Sílvia Cristina e Roacutan

Novidades

Topo