Causador da toxoplasmose pode ser a cura para o câncer!

O protozoário Toxoplasma gondii afeta um terço da população mundial e a maioria não apresenta sintomas, mas naqueles com sistema imune comprometido pode causar sérias complicações. Este protozoário pode viver em intestinos de gatos domésticos contaminados.

Pesquisadores descobriram que o sistema imune saudável ataca o T. gondii de forma parecida com que ataca um tumor: produz linfócitos T citotóxicos, como o natural killer, que matam as células inimigas. Como as células cancerígenas conseguem desligar o sistema imune, os pesquisadores tiveram a ideia de introduzir o protozoário para o sistema recomeçar o ataque.

No entanto, não seria seguro injetar o T. gondii em um paciente com câncer. Os cientistas criaram então uma forma modificada (cepa) de T. gondii que é reproduzida no laboratório, mas incapaz de se reproduzir no homem ou nos animais. Com essa cepa, eles puderam produzir uma vacina imunoterapêutica chamada CPS. “O câncer agressivo age muito rapidamente. A CPS é um herói microscópico que pode diminuir o avanço e encolher a doença até ela desaparecer”, afirma o professor David J. Bzik, responsável pelas pesquisas.

bigstock-working-at-the-laboratory-39271705
Pesquisadores descobriram que o sistema imune saudável ataca o T. gondii de forma parecida com que ataca um tumor. Foto: Reprodução/consultaclick

 Os resultados de testes em ratos nos laboratórios da Geisel School of Medicine de Dartmouth mostraram-se efetivos e promissores, com alta taxa de sobrevivência dos animais. Bzik acredita até que a vacina poderá ser adaptada ao paciente e capaz de fornecer imunidade vitalícia contra futuras recorrências do câncer. Claro que muitos estudos serão necessários antes de a vacina sair do laboratório, mas o professor declara que o uso da CPS é uma enorme promessa a favor de novos tratamentos e vacinas contra a doença.

800px-Toxoplasma_gondii
Toxoplasma gondii pode ser a nova chave para a cura do câncer. Foto: Reprodução/wikipedia
Fonte: dartmouth.edu