Animais

Em uma futura extinção em massa, os ratos gigantes poderão repovoar o mundo

As extinções em massa atingiram a Terra pelo menos cinco vezes na história geológica. A extinção mais recente aconteceu há cerca de 65 milhões de anos, quando acredita-se que um poderoso asteroide atingiu o planeta levantando uma nuvem de poeira persistente que dizimou os dinossauros.  Os mamíferos da época se tornaram maiores e dominaram o espaço ecológico deixado pelos dinos.

Alguns pesquisadores acreditam que nosso planeta está à beira de sua próxima extinção em massa que pode atingir nos próximos séculos, como resultado da degradação ambiental feita pelo homem. Neste último século, milhares de espécies animais tornaram-se ameaçados de extinção, e centenas foram extintos.


Pensando nisso, pesquisadores montaram um experimento afim de descobrirem os animais mais propensos a sobreviver e repovoar o mundo se esta extinção em massa realmente acontecer. Os resultados apontam que os ratos seriam os melhores candidatos. Apesar das tentativas dos seres humanos em controlar suas populações, os ratos possuem a capacidade comprovada para se infiltrar a maioria das grandes massas de terra e ilhas do planeta.  Segundo os pesquisadores, com base nas taxas anteriores de repovoamento, em cerca de 3 a 10 milhões anos a partir de agora os ratos terão dominado nosso planeta.

O mais assustador é que os pesquisadores garantem que os ratos serão muito maiores. Da mesma forma que os grandes mamíferos que evoluíram a partir daqueles que viviam junto com os dinossauros. De acordo com os cientistas os ratos poderão demorar milhões de anos até assumirem um tamanho maior, mas é provável que tenham o tamanho de um cachorro grande ou até maior!

A ideia da pesquisa é mostrar o quanto o ser humano estão sendo rápidos em alterar negativamente o planeta.

 mata-ratos

Fonte: Live Science

 


Novidades

Topo