Animais

Experimento mostra que corações de porcos poderão ser transplantados para seres humanos



A notícia de que um babuíno ainda sobrevive depois de um ano com um coração transplantado de um porco deixou os cientistas bastante animados. Especialistas em genética e transplantes já vem trabalhando há bastante tempo na possibilidade de utilizar o coração de animais em seres humanos. As pesquisas já estão bem avançadas e pela primeira vez divulgou-se o sucesso de um transplante de coração de um porco para um primata em um procedimento realizado há mais de 1 ano.

A sobrevida do babuíno está sendo considerada um marco nas pesquisas, pois, todos os experimentos envolvendo coração de porcos transplantados para primatas geraram altas taxas de rejeição e todos eles morreram em alguns meses. Mas os resultados do experimento mais recente percebeu-se que é possível chegar a um nível em que os corações dos porcos possam bater no peito de humanos. As expectativas são boas em relação ao coração dos suínos, pois a anatomia do órgão destes animais é muito próxima à dos humanos. Além disso, hoje utiliza-se válvulas cardíacas retiradas de porcos e vacas em cirurgias humanas.


O sucesso se deu depois que os pesquisadores do Instituto Nacional do Coração, Pulmão e Sangue dos Estados Unidos conseguiram manipular os genes dos porcos para torná-los aptos a doar o coração para um primata. É claro que o babuíno, assim como nos transplantes humanos, precisou de diversas drogas supressoras do sistema imunológico para evitar a rejeição e ainda será necessário um equilíbrio mais seguro da genética do animal. Vale ressaltar ainda, que o coração do porco está implantado ao lado do coração do babuíno que continua fazendo todo trabalho de bombeamento. A questão aqui, é o controle total da rejeição.

Isso não acontecerá agora. Tais resultados apenas indicam a possibilidade dos porcos fornecerem órgãos aos humanos, já que existe uma grande lacuna entre pessoas que precisam de coração e doadores disponíveis. Eles vão além: garantem que este é o primeiro passo para eliminar de vez a falta de doadores de órgãos, incluindo coração, fígado, rins, intestino, e células produtoras de insulina para o tratamento de diabetes.

O artigo científico relatando o sucesso deste experimento ainda não foi pulicado, mas os pesquisadores envolvidos fizeram uma breve apresentação no Encontro Anual da Associação Americana de Cirurgia Torácica realizado em abril/2014.

transplante_porco

Fonte: Telegraphy e H-History

Como é seu fluxo menstrual?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

 

 

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.