Animais

Fêmea de inseto com órgão sexual masculino é encontrado no Brasil!



Um exemplar de inseto da Ordem Pscoptera provavelmente do gênero Neotrogla foi encontrado no Brasil em cavernas dos estados de Minas Gerais, Bahia e Tocantins. Os machos e fêmeas deste gênero costumam ter papéis sexuais invertidos durante a cópula. Ou seja, a fêmea é que carrega o órgão sexual masculino (edeago) chamado de “Gynosome“. Neste grupo tudo é ao contrário: a fêmea é que faz penetração e extrai do corpo do macho o esperma para sua fecundação. Além de usar todo esperma disponível, elas também sugam nutrientes para o desenvolvimento dos ovos. Ah, se essa moda pega!

A fêmea fica por cima e quando o gynosome está dentro do macho, uma região membranosa do órgão infla e, com ajuda de inúmeros espinhos, mantêm os dois insetos grudados. O casal fica estático na mesma posição até que o processo seja concluído, o que pode demorar até 70 horas. Quando pesquisadores japoneses da revista Current Biology que visitavam o Brasil, tentaram separar o macho da fêmea, o abdômen dele foi arrancado do tórax sem romper o acoplamento genital.


140418092814_insects_with_penises_624x351_yoshizawa_nocredit

Final do abdome da fêmea, a projeção esticada é o “gynosome”. Os machos e fêmeas deste gênero costumam ter papéis sexuais invertidos durante a cópula.

Esta inversão de papéis provavelmente foi impulsionada pelo fato destes insetos viverem em um ambiente sem muitos recursos nutritivos. Esta novidade dará oportunidade aos pesquisadores de testar novas ideias sobre a seleção natural e por fim, descobrir porque apenas insetos fêmeas de Neotrogla desenvolveram um órgão sexual elaborado.

140418094727_inseto-350

Gráfico mostra detalhe do acasalamento dos insetos .

140418101956_insects_copulation_624x351_yoshizawa

 A fêmea sempre fica por cima no acasalamento, que pode durar até 70 horas.

Fonte: BBC Brasil

 

 

 

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.