Curiosidades

Como os antitérmicos combatem a febre?





“O que os remédios fazem no organismo para combater a febre” Cristina Aparecida

Cristina, a febre é um alerta do nosso corpo para algum problema. Quando temos infecções, lesões em tecidos, câncer, rejeição a transplante nosso corpo desencadeia uma série de eventos para aumentar a temperatura corporal. Isso não é ruim, além de ser um sinal de que algo está errado, uma temperatura corporal mais alta inibe o crescimento bacteriano e acelera processos imunitários e de reparo do organismo.


Quando algo está errado, os macrófagos que são células de defesa que fagocita bactérias, células mortas e fragmentos estranhos no organismo, logo entram em ação liberando citocinas, entre elas a interleucina-1 uma importante citocina do sistema imunitário. A interleucina-1 é levada pelo sangue até o cérebro, chegando ao hipotálamo onde ativa uma enzima chamada ciclo-oxigenase-2 (COX-2). Uma vez ativada a COX-2 atua na produção da substância chamada Prostaglandina-E, que causa, no hipotálamo um aumento no ponto de ajuste da temperatura corporal, ou seja, avisa para que a temperatura do corpo aumente, famosa febre!

Mas onde os antitérmicos atuam nesse processo? Bem, estes medicamentos são substâncias que inibem a atividade da enzima COX-2. Isso evita a formação de postaglandina-E e restabelece o ponto de ajuste da temperatura corporal, baixando a febre. Mas como sabemos, isso não resolve o problema, é preciso geralmente utilizar outros medicamentos para tratar a infecção, pois assim que o efeito das substâncias do antitérmico na enzima COX-2 passar a febre volta.

Além de ser um sinal de que algo está errado, uma temperatura corporal mais alta inibe o crescimento bacteriano e acelera processos imunitários e de reparo do organismo.

FONTE: Em dia com as Ciências Naturais (Eduardo Canto) – Editora Moderna

Comentários

Novidades

Topo