Curiosidades

Toda vez que este homem comia pão, ele ficava bêbado… Até que os médicos descobriram o problema!

Toda vez que este homem comia pão, ele ficava bêbado… Até que os médicos descobriram o problema!
Esse texto foi útil para você?

Sem beber absolutamente nada de álcool, um homem de 61 anos apresentava um quadro embriaguez inexplicável durante pelo menos 6 anos de sua vida. Por várias vezes foi levado ao hospital com quadros próximos a um coma alcoólico. Os médicos o consideravam “bêbado de armário”, aquele alcoólatra que toma suas doses escondido de todos. E era sempre assim, do nada algum tempo depois de se alimentar ingerindo, pães, doces ou refrigerantes o paciente apresentava-se totalmente bêbado sem explicação. Testes de bafômetro e de sangue indicavam a ingestão exagerada de álcool.

Iniciou-se então uma mobilização da junta médica para investigar o caso. Exames de fezes indicaram grande quantidade de Saccharomyces cerevisiae no organismo, um fungo usado na produção do pão, cerveja e até etanol, a famosa levedura de cerveja. A partir daí os médicos passaram a acreditar que o paciente sofria da “Síndrome da Fermentação Intestinal”. Ou seja, quando ele ingere alimentos com muita concentração de amido (como pães, massas e refrigerantes) a levedura fermenta no estômago e transforma açúcares em etanol. O resultado é a absorção de álcool em uma condição muito mais acentuada do que se estivesse realmente bebido uma cervejinha.


Essa condição inusitada pode se dar quando uma pessoa passa por tratamento com antibióticos. Matar as bactérias no estômago cria um ambiente perfeito para a propagação da levedura. Além disso, o paciente mantinha em casa uma cervejaria caseira e estava em constante contato com a levedura S. cerevisiae.

 hungry-corpulent-man-eating-white-bread-16925170

Fonte: B. Cordell & J. McCarthy (2013) A Case Study of 
Gut Fermentation Syndrome (Auto-Brewery) with Saccharomyces
 cerevisiae as the Causative Organism.

Novidades

Topo