Curiosidades

Se o homem “veio” do macaco, por que ainda existem macacos no mundo?

“Karlla, se o homem veio do macaco, por que ainda existem macacos no mundo? Por que eles pararam de evoluir?” (Phelipe Bicallo)




Phelipe, a evolução dos seres humanos não ocorreu a partir de macacos, gorilas ou chimpanzés. Todas as espécies que existem hoje seguiram diferentes caminhos evolutivos. Nenhuma espécie que existe hoje evoluirá para outra que já existe.

Os primatas modernos, que além dos seres humanos, incluem macacos, gorilas e chimpanzés, evoluíram a partir de um ancestral comum que obviamente, não existe mais. A linha do tempo da evolução humana ainda é muito controversa e possui muitas falhas que ainda não puderam ser explicadas. O início e fim de algumas espécies estão demonstrados apenas através de estimativas. Mas uma coisa é certa: um macaco não vai evoluir para um ser humano, jamais!

Um grande erro das pessoas é pensarem que os seres humanos são mais “evoluídos” que os macacos. Os organismos que vivem hoje evoluíram e estão bem adaptados ao seu estilo de vida. Se você parar para pensar, uma minhoca consegue viver e se reproduzir com pouco que tem, ela está adaptada não precisa mais que aquilo para sobreviver. As mutações genéticas acontecem o tempo todo, sem alarde e, muitas vezes sem qualquer mudança mensurável no estilo de vida do organismo. Em geral, uma mutação pode ser passada para gerações futuras se ela se mostrar útil para a sobrevivência da espécie.

Temos que ter a consciência de que a evolução é um processo contínuo de tentativa e erro, de que todos os primatas modernos são ainda uma parte.



australopithecus

Imagem de computador de um Australopithecus afarensis. Australopithecus constituem um gênero de diversos hominídeos extintos, bastante próximos aos do gênero Homo do qual fazemos parte.



Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


6 comentários

6 Comments

  1. Regina Maria da Silva

    em

    A resposta é tão simples que as pessoas ñ querem acreditar. Nós seres humanos fomos criado a imagem do Criador Jeová Deus. Gênesis 1:26 e ñ somos animais. E os animais, Deus os criou segundo sua espécie. Gênesis 1:24. Sendo assim, sempre os macacos vão ser macacos, como os gorilas e os chimpanzés, vão sempre se gorila e chimpanzés.

  2. “Aquele cientista tinha de ser preso” Apesar dos dois cientistas deixarem bem claro que adoraram o filme, Will Rodman, o cientista interpretado por James Franco, foi alvo de boa parte das críticas dos dois. Todas as ações do personagem foram questionadas, desde levar um animal usado em uma experiência científica para casa, tratar o próprio pai com o remédio que pesquisa e até guardar um vírus na geladeira de casa. “Ele é completamente antiético, faz tudo que um cientista não pode fazer. Coloca em risco não só a si mesmo, quanto ao pai, a família, a vizinhança e até a humanidade”, diz Morales. Ele explica que testes clínicos são feitos em várias etapas, primeiro com animais, depois com grupos cada vez maiores de seres humanos, até que se estabeleça com certeza a eficácia de uma terapia e seus possíveis efeitos colaterais. “Tudo ali é uma caricatura. Ele seria inclusive preso pelo que fez”. Patrícia corrobora: “É como se fosse aquela coisa dos quadrinhos de antigamente, o cientista maluco”.

  3. A idéia que macacos querem todos ser humanos é pretensiosa demais e está enraizada no conceito fundamentalmente errado de que os seres existem para evoluir e os humanos seriam o ápice da vida animal. A evolução maximiza a reprodutividade , não inteligência. Os símios pelo mundo ainda existem porque seu ambiente encorajou o sucesso reprodutivo de indivíduos com material genético diferente do nosso.

  4. No entanto, evidências recentes sugerem que este fenômeno ocorre de fato. Pesquisadores descobriram genes que surgiram de DNA não-codificante em moscas, leveduras e primatas. Não que esses genes encontrados fossem exclusivos para os seres humanos até agora.

  5. Layne

    em

    linda resposta. Esse tipo de pergunta é típica das pessoas que não entendem corretamente o significado do processo evolutivo. Como futura educadora vejo que é extremamente importante explicar a evolução com cuidado nas escolas, para que as crianças possam entender direitinho e não fazerem perguntas como essa. Amei a resposta!
    ^^

  6. Os primatas são mamíferos, onde estão incluídos os micos, macacos, gorilas, chimpanzés, orangotangos, lêmures, os babuínos. Os seres humanos também são primatas, mas só irei me referir aos primatas não humanos. O polegar ou dedo oposto, também é uma característica, mas não é exclusiva dos primatas (os gambás também possuem polegares). Alguns macacos têm os polegares apenas nos seus pés e não nas mãos. O ramo da Mamalogia (é o ramo da biologia que se ocupa com o estudo dos mamíferos), e que estuda os primatas é a Primatologia. A ordem dos primatas é dividida em três grupos principais: os Prossímios, Platirrinos (que são os macacos do novo mundo) e os Catarrinos (que são os macacos do velho mundo), grupo no qual o ser humano se inclui. Os Prossímios se caracterizam por seu focinho e sua cauda longa e, nas espécies mais primitivas, por uma tendência à disposição lateral dos olhos. Neles se incluem os Lemuriformes, Chiromyiformes, Lorisiformes e Tarsiiformes que não são do Brasil. Os Platirrinos possuem narinas distantes entre si e voltadas para os lados. Os Catarrinos se caracterizam por ter o focinho mais ou menos reto e narinas dirigidas para frente.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo