Curiosidades

Afinal, se eu engolir chiclete vai colar minhas tripas? Ele vai ficar preso no intestino por vários anos?

“Minha filha engole chiclete com frequência e dizem que demora anos para que ele seja digerido e pode até matar. Isso é verdade?” Aline P. A.

Aline, desde pequenos escutamos nossa mãe fazer o maior escândalo quando engolíamos chiclete. A preocupação foi passando de mãe para mãe durante anos e anos e até hoje existem muitas pessoas que tem medo de engolir chiclete porque acha que ele fica por vários anos no organismo. Na verdade tudo isso é um mito.


Engolir chiclete não faz mal. Geralmente a goma passa pelo sistema digestório e sai nas fezes, tendo apenas alguns de seus compostos digeridos, como açúcar, corantes e conservantes. Aquela coisa macia que mastigamos é um látex, como uma borracha e depois que cai no estômago, não se pode fazer nada. Nenhuma das enzimas estomacais é capaz de digeri-lo. Resta apenas mandar a goma para o intestino eliminá-la, intacta, pelas fezes. Um chiclete forma uma goma pequena depois de mastigado, e passa sem grandes dificuldades pelo estômago e intestinos.

Esta história de que o chiclete fica por vários anos no organismo até completa digestão é pura mentira! Afinal, nenhum alimento fica tanto tempo no corpo, a menos que fosse muito grande, a ponto de não poder sair do estômago ou de ficar preso no intestino. O que não é o caso da goma de mascar. É claro que se você mastigar uma grande quantidade de chiclete e formar uma goma grande do tamanho de uma bola de tênis e conseguir engoli-la pode ser que você tenha problemas na trajetória do “chicletão”.

Assim, engolir um ou dois chicletes não tem problema. Mas também não faz nenhum bem, não acrescenta nada ao organismo em termos de nutrientes. Goma que entra, sai e pronto. De qualquer forma, mastigar chiclete não é uma boa ideia, pois a mastigação estimula o organismo a produzir enzimas digestivas, mas como elas não têm o que digerir, ficam lá, perdidas no estômago e podem até machucar as paredes estomacais.

FONTE: Superinteressante

Comentários

Novidades

Topo