Curiosidades

Por que as pessoas têm apendicite?

“Tive uma crise de apendicite e fui operada às pressas. Estou bem, mas foi um susto muito grande. O que aconteceu para que eu tivesse essa doença?” Heloísa Olímpio

Heloísa, apendicite é uma inflamação do apêndice. Nosso intestino delgado é constituído pelo duodeno, o jejuno e o íleo, sua parte distal, e se liga ao intestino grosso pela junção ileocecal, onde existe uma válvula para impedir o retorno do bolo alimentar. Na região em que o cólon forma um fundo cego chamado ceco, está o apêndice, um pequeno órgão linfático parecido com o dedo de uma luva. Alguns especialistas dizem que o apêndice tem grande quantidade de glóbulos brancos e está envolvido nas defesas do organismo, outros já acreditam que é uma estrutura sem função.

Em algumas pessoas pode ocorrer uma obstrução dessa pequena (até 8 cm) estrutura geralmente ocasionada pela retenção de restos fecais que endurecem e não saem mais. Como esse material fecal é muito rico em bactérias, quando elas proliferam, provocam um quadro inflamatório-infeccioso que chamamos de apendicite. O que acontece é que a obstrução faz as células do apêndice incharem e torna as paredes internas do órgão mais permeáveis, permitindo a entrada de mais bactérias. Uma vez que a apendicite começa, não há tratamento médico efetivo, e por isso, ela é considerada uma emergência médica. Inflamou, a única saída é a sua retirada através de uma cirurgia por laparoscopia que é considerada simples quando tratada rapidamente. Mas se o tratamento for adiado ou se o diagnóstico demorar muito, a inflamação causa um inchaço acentuado no apêndice que pode “estourar”, causando uma forte infecção e até morte.




Existe um mito de que a ingestão de sementes como de tomate, uva e de mamão também poderiam provocar o problema. Mas não existe nenhuma evidência para isso. Tais sementes são muito pequenas, e geralmente são expulsas com facilidade pelas fezes. Na verdade, as vítimas dessa inflamação são eleitas aleatoriamente. Ter uma alimentação balanceada, com bastante água e fibras, garante o bom funcionamento do intestino, mas não impede que alguém saudável venha a ter uma crise de apendicite.

Na região em que o cólon forma um fundo cego chamado ceco, está o apêndice, um pequeno órgão linfático parecido com o dedo de uma luva.



FONTE: Saúde Esportiva e Dráuzio Varella

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


3 comentários

3 Comments

  1. Bruno

    em

    Já passei por isso , e uma dor inssupotavel, meu medico mandou eu fica nas pontas dos pes e bater o calcanhar com forca , doeu muinto e ele falou que era apendicite !

  2. SIMONE LIMA

    em

    EU TIVE APENDICITEE ELA ESTOUROU; CONCLUSAO; PERDI PARTES DO INTESTINO GROSSO USEI COLOSTOMIA POR UM TEMPO.QUASE FUI A HOBITO
    GRAÇAS A DEUS ESTOU AQUI PRA CONTAR ESSE FATO DOLOROSO DA MINHA VIDA.MAS TAMBEM FOI NESSE PERIODO ENTRE CIRURGIA TRATAMENTO REVISOES MEDICAS QUE CONHECI O MEU MARIDO,HOJE SOU CASADA A VINTE ANOS CURIOSO NAO ??? RSRSRSRRS.

  3. Evelin

    em

    Existe alguma possibilidade de que a genética “facilite” a ocorrência da apendicite?

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo