Por que sonhamos?

“Karlla, o sono é feito pra descansar o corpo e o cérebro pra quê existe o sonho? ” Rosângela de Castro

Rosângela, por mais que a gente sinta que o corpo e a mente precisam do descanso do sono, sabemos que o cérebro na verdade continua ativo e funcionando. Sempre que dormimos (principalmente o sono da noite), o nosso cérebro “fecha para balanço”. Quando adormecermos o cérebro passa a ignorar o que acontece do lado de fora (é por isso que conseguimos adormecer mesmo se a televisão estiver ligada) e a cada 90 minutos, em média, ele entra num período de intensa atividade interna, ativando em pleno sono, a regiões responsáveis por sensações, memórias e emoções. Nesse momento o sonho começa!

Os sonhos tem sido assunto para grandes pesquisas e tem fascinado filósofos durante milhares de anos. O ato de sonhar pode incluir qualquer imagem, pensamento e emoção que são vivenciadas durante o sono. Os sonhos podem ser incrivelmente reais ou muito vagos, cheios de emoções alegres ou imagens assustadoras, focados e compreensíveis ou obscuros e confusos. É o cérebro que decide, durante o sono, quais acontecimentos merecem ser registrados definitivamente. Isso mesmo: É durante o sono que o cérebro decide o que vai para a memória e o que não vai. Mas nem aí o cérebro fica parado descansando: É nesta fase que ele produz novas proteínas, que vão ajudar a construir novas conexões entre as células do cérebro para guardar tudo na memória. E assim, com tantos “recortes” feitos pelo cérebro, muitas vezes lembramos sonhos malucos, sem sentido, ás vezes com pessoas estranhas ou que não vemos há muito tempo.

A realidade é que alguns pesquisadores sugerem que os sonhos não servem de nada real, enquanto outros acreditam que sonhar é essencial para a saúde mental, emocional e o bem-estar físico. Os sonhos parecem ser o resultado de nosso cérebro tentando interpretar os estímulos externos durante o sono. Por exemplo, o som do rádio que pode ser incorporado no conteúdo de um sonho. Os sonhos também servem para “limpar” a desordem da mente, como acontece quando fazemos uma limpeza nos arquivos do computador, uma forma de refrescar a mente para o próximo dia. Alguns pesquisadores acreditam que o sonhador é capaz de fazer conexões entre diferentes pensamentos e emoções. Mas, uma das teorias mais recentes é que a ativação do cérebro cria conexões soltas entre pensamentos e ideias, que são guiados pelas emoções.

A realidade é que alguns pesquisadores sugerem que os sonhos não servem de nada real, enquanto outros acreditam que sonhar é essencial para a saúde mental, emocional e o bem-estar físico.

 

FONTE: About