As cobras mais fantásticas do mundo!

-

Langaha nasuta, também conhecida como “cobra nariz de folha”, é uma das espécies mais estranhas do mundo. Adaptada ao estilo de vida arbícola se alimenta principalmente de lagartos. Sua característica mais marcante é a presença de uma projeção alongada em seu focinho que mais pareceum chifre. São encontrados somente nas florestas de Madagascar em perigo de chuva. É venenosa e sua picada pode ser extremamente doloroso para o homem, mas não oferece risco de vida.

Atheris hispida é uma espécie de cobra encontrada nas florestas tropicais da África Central. Apesar de pequena é altamente venenosa e é conhecida por apresentar olhos enormes e quilhados e cerdas semelhantes a escamas que lhe dão uma aparência quase de penas. Pode chegar a 75 cm de comprimento. Apresentam dentes retráteis bem desenvolvidos em seu maxilar superior e ainda não há antídoto para o seu veneno. Sua peçonha provoca dificuldades de coagulação do sangue, dor e inchaço, podendo levar a morte. Felizmente, vivem longe dos locais ocupados por nós e por isso, acidentes com essa serpente são extremamente raros.


Cerastes cerastes, mais conhecida como cobra de chifres, geralmente tem menos de 50 cm de comprimento, são encontradas nos desertos do Norte de África e do Oriente Médio. Sua principal característica é a presença de duas estruturas parecidas com chifres sobre os olhos. São venenosas, mas sua mordida é geralmente não fatal para os seres humanos. Quando precisa caçar, a cobra de chifres se esconde debaixo da areia deixando apenas seus chifres, olhos e nariz expostos. Ainda não se sabe a função dos chifres, mas alguns pesquisadores acreditam que são usados como isca. O mais estranho é que alguns indivíduos da mesma espécie não apresentam os chifres e isso também ainda não se pode explicar.

A cobra videira de nariz longo é nativa do sudeste da Ásia e é um predador arbóreo altamente adaptado. Ao contrário de outras cobras, tem visão binocular excelente, o que lhe permite atacar a presa com grande precisão. Seus olhos também são incomuns com fendas horizontais. Seu corpo e a até a língua é colorida de um verde brilhante que ajuda no seu mimetismo. Por ter o corpo muito leve, pode se mover rapidamente através da folhagem e até mesmo mudar de um galho para outro com a metade de seu corpo no ar! Alimentam-se principalmente de lagartos e sapos, e embora sejam venenosas, elas não representam uma séria ameaça para os seres humanos. A mordida causa sintomas como dor e inchaço que desaparecem em poucos dias.

Serpentes voadoras são encontradas nas florestas tropicais da Índia e sudeste da Ásia. Apesar do nome elas não podem realmente voar, pois são na verdade cobras planadoras. Quando querem ir de uma árvore para outra, elas se jogam para o ar, fazendo um movimento de ondulação lateral e achatando o corpo em até duas vezes a sua largura de trás da cabeça até a abertura anal. Toda essa estratégia provoca um achatamento e alargamento do seu corpo e transformando-se em uma “asa pseudo-côncava”. São inclusive melhores planadoras que os esquilos voadores, pois, enquanto os esquilos conseguem planar até 60 metros de uma árvore para outra, a Cobra Voadora pode alcançar até 100 metros. Serpentes voadoras são venenosas, mas não é perigosa para os seres humanos. Eles se alimentam principalmente de lagartos e outros pequenos animais, e passam a maior parte do seu tempo em cima de árvores.

FONTE:ListVerse