Animais

Por que as cobras têm a língua bifurcada?

“Eu sempre tive curiosidade de saber porque as cobras tem a língua dividida. Existe explicação para isso?” Janster V. Passos




Sim, Janster, existe uma explicação biológica para a morfologia da língua da cobra. Que a língua da cobra é bifurcada muita gente sabe, mas o que as pessoas desconhecessem é que as cobras são animais completamente surdos. Isso mesmo, elas não podem detectar nenhum som pelo ar como nós podemos. E isso passou a ser um problema para esses animais, pois como são predadores precisam caçar e sem ouvir fica tudo mais complicado.

A língua bifurcada veio com a evolução desses animais para ajudá-los a procurar o caminho até o alimento podendo detectar vibrações no solo não só com língua, mas também com sensores espalhados pelo corpo. Para encontrar e capturar sua presa, as serpentes utilizam sua língua bifurcada que serve como um dispositivo de rastreamento. A bifurcação é proposital para aumentar o seu campo de alcance.

Tirando a língua várias vezes da boca, ela espera sentir literalmente o “gosto” do ar e do solo. A língua bifurcada detecta substâncias químicas, odores e aromas do ambiente que são processados para a interpretação. Acredita-se que uma serpente encontra sua presa apenas sentindo seu cheiro, podendo seguir suas pegadas apenas provando o ar e o solo com sua língua bifurcada.

filepicker-Us2MM5PT9aiAgi4cU8wm_Indiancobra



3692461733_469a9f17df

FONTE

7 comentários

7 Comments

  1. Edmilson

    em

    A lingua da ultima é liiinda

  2. André

    em

    A lingua das cobras é bífida por causa do orgão de jacobson, localizado no céu da boca das serpentes. Esse orgão possui dois orificios onde a lingua é enfiada, é por esse modo que elas setem cheiros. A lingua da cobra balança fora da boca para que as “partículas de odor” se grudem e depois ela enfia a lingua na boca e no orgão de jacobson, “sentindo o cheiro quase como um gosto”. As cobras possuem narinas, mas são destinadas para a respiração. O melhor sentido das cobras com certeza é o olfato, se assim podemos chamar esse diferente mecanismo.
    Como dito as cobras são surdas (mais ou menos), mas não as impedem de sentir as vibrações dos animais quando estes andam ou movimentam-se no solo. Não é com a lingua que elas sentem vibrações, para isso as serpentes encostam a cabeça no solo sentindo as vibrações com a parte inferior da mandíbula, as vibrações percorrem o osso até chegar no ouvido interno das serpentes. O grande problema que elas não possuem ouvido externo e só escutam encostando a cabeça na superfície.

    Espero ter complementado…

  3. Oi Karlla, tenho uma dúvida. Quais cobras que podem ser criadas como animais de estimação?

  4. Wanderley Chiquezzi

    em

    …A questão da língua ser bífida, tem a ver com a quantidade de partículas que se acumulam de cada lado. Quando a serpente pica um rato, por exemplo, e o solta para evitar contato físico e possíveis ferimentos, este sai correndo em zigue-zague e morrerá vários metros distantes do local em que houve o confronto. A serpente precisará rastrea-lo, então ela passa a língua no ar e captura partículas com “sabor rato”, se tiver mais sabor de rato na extremidade da esquerda, por exemplo, ela corrige a direção de seu deslocamento mais para a esquerda, e assim vai capturando partículas e corrigindo de acordo com a necessidade… quando os dois lados estiverem com a mesma quantidade de partículas, é que o “jantar” está exatamente à sua frente.

  5. Mari

    em

    Adoro cobras *-* são tão espertas *o*

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo