Por que as mulheres têm seios de tamanhos diferentes?

“Karlla, parabéns pelo teu blog, é muito interessante e divertido. Bem, eu tenho um seio maior que o outro. Já fiz mamografia e tudo parece normal. É  comum as mulheres terem seios de tamanho diferentes? Eliana Drummond – Curitiba/ PR

Olá Eliana, ter seios de tamanhos diferentes é muito normal e acontece com todas nós. Se você prestar bastante atenção vai perceber que ninguém tem os dois lados do corpo absolutamente idênticos. Nossas orelhas variam um pouco do formato e tamanho, nossas mãos podem ter unhas diferentes e uma perna pode ter mais pelos que a outra. Assim acontecem com os seios, eles podem não só apresentar tamanhos diferentes como também o formato de um bico pode diferenciar do outro.

É fato que em cerca de 70% das mulheres o seio esquerdo é maior que o direito, uma diferença muitíssimo sutil  (pouca coisa, apenas 4% na maioria). Essa assimetria das mamas está associada a surtos de crescimento rápido, antes e durante a puberdade. O desequilíbrio hormonal e problemas de desenvolvimento, podem acentuar a assimetria.

Mas por que do lado esquerdo? Existe uma discussão de que as batidas do coração estimulam um desenvolvimento maior dos músculos do seio esquerdo. Outra razão interessante para o desenvolvimento maior da mama esquerda é devido ao sistema imunológico. Sabe-se que nosso Sistema Imunológico é conhecido por ser funcionalmente assimétrico, e a hipersensibilidade imunológica é maior no lado esquerdo do corpo. Essa assimetria imune também pode explicar o fato do câncer de mama tem maior incidência no seio esquerdo. Ainda existe outra explicação: a amamentação. Para ter a mão direita livre enquanto amamentam seus bebês, a maioria das mulheres prefere oferecer a mama esquerda ao bebê, e isso estimula o desenvolvimento maior do seio esquerdo. Mas mesmo com tantas explicações, nada disso foi comprovado cientificamente.

breast-reduction-cosmetic-surgery-antalya-turkey-istanbul-jpg-82

Embora seja muito raro, existe a possibilidade de um seio ser muito maior do que o outro. Para isso, existe uma correção cirúrgica envolvendo técnicas específicas!

————————————————

FONTE