Curiosidades

Por que ficamos roucos?

“Estou adorando esse site além de muito divertido nos ensina, minha curiosidade é: Por que ficamos roucos?” Cristiana Amaral – Betim/MG




Olá Cristiana! A rouquidão é considerada pelos médicos como uma “disfonia”, nome dado a voz que tem alguma de suas características alteradas. É sinal de que existe algum problema no nosso aparelho fonador e a falta de clareza na voz, indica que alguma irritação o atingiu. Existem rouquidões agudas, quando dura pouco tempo e crônica, quando tem longa duração.

Nossas cordas vocais são duas bandas de músculos posicionados paralelamente, que formam um “V” e são recobertos por mucosa. Localizam-se na região anterior do pescoço, dentro da laringe. As cordas vocais juntam-se para diminuir a saída de ar dos pulmões, sob comando do nosso cérebro. Essa diminuição resulta em um fenômeno físico chamado “som”. Quando o som é emitido ele passa por uma espécie de modelação que gera a voz. Com o tempo, aprendemos a articular a voz, e isso gera palavra. Quando os bebês estão aprendendo a falar, eles estão tentando articular a voz e como ainda são muito novinhos para isso, as palavras saem distorcidas: “telo” (quero), “caja” (casa), por exemplo.

Qualquer irregularidade, seja um edema ou uma inflamação na superfície mucosa que reveste as cordas vocais, leva a uma alteração no fenômeno físico da voz. Isso acaba gerando uma falta de clareza no som emitido, causando uma disfonia, ou seja, a rouquidão. Durante uma rouquidão, continuamos sabendo como articular o som e emitir as  palavras, porém o som sai de forma distorcida. As causas mais comuns são resfriados e gripes por inflamação e esforços vocais intensos, por inchaço (edema). Assim quando vamos ao um show e cantamos alto ou quando vamos no estádio assistir a uma partida de futebol e xingamos muito juiz, nossas cordas vocais acabam inchando, por causa de um esforço que não estamos acostumados e isso resulta na rouquidão.



Cordas vocais abertas. Foto: Reprodução/thevoicenotes

Tabagismo, alcoolismo, cantar mal orientado, pode causar mudanças estruturais permanentes nas cordas vocais, o que pode resultar numa rouquidão crônica! Um conselho: se você tem uma rouquidão persistente, procure um médico (otorrinolaringologista), pois você pode estar desenvolvendo uma doença mais séria nas cordas vocais ou na laringe,como um câncer, por exemplo.



cordas-vocais

Cordas vocais em ação!

FONTE

 

5 comentários

5 Comments

  1. manotroll

    em

    não tem uma boa aparemcia mas e muito útil para nois

  2. Essa Patricia é demais … sempre invando e trazendo novidades e curiosidade que todos tinham, mais que ngm sabia responder! rs. Parabens! 😀

  3. Muito legal esta postagem. Parabéns!

    A Internet brasileira precisa muito de conteúdos interessantes, divertidos e positivos como estes que você está criando.

    Convido você a conhecer também o novo agregador Super Links: http://www.superlinks.blog.br

    Confira o melhor conteúdo da Internet, aproveite para divulgar seus links gratuitamente sem necessidade de cadastro, sem fila de espera, tenha seus links divulgados em nosso site, Facebook e Twitter, aumente exponencialmente as visitas de seu blog e ainda pode ganhar prêmios incríveis.

  4. Super interessante e didático!

  5. Juliano

    em

    Só uma coisa, o nome certo, segundo o otorrinolaringologista que vi no Jô, é “pregas vocais”. 🙂

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo