Animais

Como começa um formigueiro?

Como começa um formigueiro?
5 (100%) 3 votes

“Como começa formação de um formigueiro?” Lorrane M. de Sá

“Me disseram que a formiga saúva é a mesma Tanajura. Mas a tanajura tem asa e a saúva não… A pessoa está certa?” A. Carlos do Carmo




“Por que depois de relâmpagos e trovões, quando o Sol está firme, aparecem as formigas Tanajuras, aquelas formigas com asas?” Tarcísio Miguel

Queridos Lorrane, A. Carlos e Tarcísio, são popularmente chamamos de “saúva” as diversas espécies de formigas do gênero Atta. Conhecidas também como formigas cortadeiras por cortarem folhas que são levadas para o formigueiro, para servirem de substrato para o cultivo do fungo do qual as formigas se alimentam. Como toda formiga, as saúvas possuem uma organização social incrível, dividida em castas: as operárias que são fêmeas estéreis, os machos menores que a rainha, chamados de bitus e a nossa querida rainha, a famosa tanajura ou Içá!

As tanajuras são bem maiores do que as operárias e juntamente como os bitus são criadas com muito carinho se alimentando do bom e do melhor dentro do formigueiro. Os dois grupos fazem o voo nupcial que acontece como uma revoada em dias claros, normalmente uma vez no ano no começo da estação chuvosa e dura pouco mais que uma hora. Uma chuva volumosa com direito a raios e trovões é como um aviso para a saída dos grupos. Para cada fêmea em vôo, há pelo menos sete machos. Os machos fecundam as fêmeas durante o vôo e com a conclusão do ato, sua missão está cumprida e eles morrem logo depois. Uma revoada pode contar com três mil tanajuras e vinte mil bitus. Essa proporção espera garantir a fecundação de todas elas. Na confusão, vários machos podem cruzar com uma mesma fêmea.



O formigueiro começa quando depois de fecundadas, as tanajuras, caem no chão, perdem suas asas e escavam a primeira “panela”, fundando assim, um novo formigueiro. A futura rainha traz no aparelho bucal uma bolota de fungo de seu formigueiro natal e a regurgita no novo sauveiro, irrigando-a depois com suas fezes. O seu papel é o mais fundamental na colônia: somente ela põe os ovos dos quais nascem todas as outras, isto é, ela é a “mãe” do formigueiro controlando através de hormônios, toda formação das operárias que dedicarão toda sua vida ao sucesso do formigueiro. Apenas cerca de 0,05% das tanajuras fecundadas chegam a fazer as escavações e demais tarefas para a fundação de um novo formigueiro. A maioria é devorada por aves em pleno vôo nupcial.

 tanajura-15

As tanajuras têm o abdômen mais desenvolvido para abrigar os óvulos e armazenar os espermatozóides.

saindo_para_voo



Saída do ninho de origem. Geralmente existem 7 machos para cada fêmea.

cavando_ninho

Depois de fecundada a fêmea cava o solo para iniciar a formação do novo ninho onde ela será a rainha.

cuidando_fungo

Elas trás uma porção de fungo do ninho de origem. Esta será a base da fazenda de fungos do novo formigueiro!

incio_formigueiro

Ovos primeiros ovos são origem a operárias que trabalham duro para o crescimento do formigueiro.

——————————————–

FONTE

FONTE


13 comentários

13 Comments

  1. Daniel

    em

    Uau !!!!

    Ficou muito 10 o novo layout do site !!!

    • IgorAssunção

      em

      Adoro formigas!!
      Quando eu era menor, acontecera uma vez … só que se eu soubesse, pegaria um e faria um formiguiro… agora nunca mais vi acontecer…

      Uma Pergunta:
      Isso ocorre em todos os formigueiros com formigas(Ah, vá!) do gênero Atta?

      Valeu. Adoro o seu trabalho!

      IgorAssunção

  2. Andrei Tiago

    em

    caramba!!! pra falar a verdade eu não sabia direito pra que elas carregavam as folhas cortadas para dentro do formigueiro, elas carregam para servir de “alimento” para os fungos, ou seja, é como se fosse uma criação de galinha nossa.

  3. Marcelão

    em

    Eu “fiz” um formigueiro uma vez, numa garrafa PET. Cortei a ponta da garrafa, enchi com terra deixando uns 4 dedos da borda e coloquei uma tanajura já sem as asas lá. Ela escavou e fundou o formigueiroi. Foi divertido, até minha mãe derrubá-lo e todas morrerem…

  4. Thiago

    em

    olá adorei o post sobre formigas, tenho um blog gostaria de fazer parceria, da uma olhada no seu banner lá. obrigado

    http://www.formigueiross.blogspot.com
    att.
    thiago nascimento

  5. Putzzzz, tô adorante o seu blog!!!
    Vi um comentário sobre parceria e gostaria de também fazer uma proposta de parceria entre seu blog e minha dedetizadora.

    Seus artigos são realmente muito bons!

  6. vislayne

    em

    que massa gente como a tanajura faz seu formigueiro

    • Gean

      em

      Elas cava um buraco na terra e lá poem seus ovos

  7. paulo sergio paes

    em

    boa tarde gostaria de saber como criar sauva em casa se pocivel . se alguem tiver um desenho de como montar um formigario ficarei desde ja agradecido pode mandar para ps.paes@hotmail.com obrigado

    • Amanda

      em

      Não sei se você ainda está interessado em ter saúvas em casa.
      Eu trabalho num laboratório que estuda insetos sociais (formigas, abelhas, cupins). Nós temos vários ninhos lá e fazemos da seguinte forma:
      Quando acontece a revoada, coletamos a içá (ou tanajura) e a colocamos em um recipiente pequeno, com fundo em gesso. Ela regurgita o fungo e, depois de um tempo, nascem as operárias. A medida que o fungo vai ficando grande, fazemos a transferência para outro ambiente (nós acoplamos três potes de plástico com mangueiras transparentes, para que as formigas tenham acesso às três câmaras). Na do meio, colocamos o fungo. As outras duas ficam vazias e servirão como câmara de lixo (que deve ser tirado, pelo menos a cada 15 dias) e como câmara de forrageamento (onde você colocará o alimento). No começo, pode colocar o alimento na câmara do meio mesmo.
      Nós alimentamos com folhas de eucalipto, de roseira, aveia (em flocos grandes) e farinha de milho, intercalando os dias.
      Quando ainda estiver no começo (no recipiente menor), deve-se umedecer bem pouco o gesso, a cada 2 ou 3 dias. E você só precisa começar a alimentar quando várias operárias nascerem.
      Espero que tenha ajudado. Boa sorte!

  8. Jefferson

    em

    Quanto tempo em média vive a rainha tanajura?

  9. Dogão

    em

    E o que acontece com o formigueiro de onde elas saíram? Continua com sua rainha de origem, ou fica desabitado?

  10. adriano mendes

    em

    o q acontece qnd a rainha morre? tem herdeiro?

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo