Animais

Por que os cães dão voltas em círculos antes de deitar?

“Queria saber por que os cachorros dão voltas antes de deitar? Existe explicação para isso?” Luiz Fernando – Rio de Janeiro




Então Luiz, eu costumo de dizer que tem explicação para tudo, e no caso das voltinhas do cão não poderia ser diferente. Na verdade existem algumas teorias sobre o assunto e todas elas fazem muito sentido.

A teoria mais aceita é que os cães herdaram esse comportamento de seus antepassados antes de serem domesticados pelo homem. Nessa época os cães selvagens seguiam esse “ritual” ao escolher um local para acomodar para descansar ou dormir. No relento das matas, davam voltas sobre si mesmo com a finalidade de baixar capim e a grama para formar uma espécie de ninho ou cesta, assim conseguiam um lugar mais confortável para dormir.

Outra teoria diz que os cães selvagens davam as tais voltinhas para ter certeza de que não havia nenhum animal, espinho ou pedras no local onde pretendiam descansar. E por último, acredita-se também que este comportamento instintivo era para perceber a direção do vento e então se deitar contra ele para sentir logo a presença de um inimigo pelo cheiro trazido pelo vento.



1295021129cachorro-dormindo

Seja qual for a teoria correta (eu prefiro a primeira), hoje em dia os cães não necessitam deste tipo de comportamento, mas a herança instintiva ainda é marcante nesses animais!

—————————————–



12 comentários

12 Comments

  1. francisco brito

    em

    sou Medico veteronario.Muito boa essas teorias.

  2. Luciana

    em

    Considerando que minha cadelinha também roda antes de fazer cocô, fico com a segunda teoria 🙂

  3. Patty

    em

    Bom…fico com a ultima teoria, a do vento! Mas te digo que minha Bichon Frisè Ninna of Cotton Flakes, nunca fez esse tipo de ritual nesses 8 aninhos que convive com nossa familia! Eu digo e repito que ela é um MINGO que quer dizer ” mais gente que cão” ! Isso mesmo, ela é quase humana…muito linda e amada! Adoro seu site Patricia! Bisous

  4. Luciana

    em

    Eu fico com as três. 😀

  5. Leticia

    em

    Muito bom, sempre tive curiosidade de saber, até porque sempre pensei que eles fizessem isso para marcar território, beijos.

  6. Maria Regina

    em

    Minha cachorra infelizmente foi afastada da mae dela ao nascer, e largada com os outros filhotinhos num canil municipal, sem contato nem com ancestrais ou outros caes que pudessem ter ensinado isso para ela.
    Então eu meio que descarto a primeira hipótese.

    A questão não exclusiva do vento, mas a escolha do ponto mais seguro e adequado para posicionar-se em relação ao alfa, ao seu afeto, à sua segurança, e também ao seu perigo me parece mais plausível (teoria minha), pois já vi varias vezes minha cachorra olhar pra baixo, rodar, rodar, rodar olhando pra baixo, deitar e, então, levantando os olhos perceber-se num ponto que nao considerava adequado e levantar e rodar e rodar e rodar novamente antes de deitar-se.

    Algumas vezes deitou-se e levantou-se duas, tres vezes e chegava a bufar, como num lamento auto-crítico, aparentemente por não estar conseguindo sentar-se num ponto que considerasse “correto”.

    • Faeru

      em

      Não, mas esse tipo de instinto é passado geneticamente, sem necessidade de ter um exemplo a ser seguido.

    • Paola

      em

      É o que o colega disse acima. Esse tipo de característica é mantido na espécie através da genética.
      Não é “ensinado”, e sim transmitido geneticamente aos descendentes.

  7. llili

    em

    tenho uma dúvida,os cachorros sabem se qdo nós os bjamos é q estamos dando carinho?Será q eles sabem q estamos dando carinho em forma de bjos, e com o abraço o mesmo?Eu amo abraços e por isso abraço o meu Teddy toda hora praticament, rsrsrs

  8. Luzinete da Mata

    em

    Fico com a última teoria. Já que os cãos tem audição e olfato aguçado. Essas voltinhas deve ser para perceber a direção do vento e então se deitar contra ele para sentir logo a presença de um inimigo pelo cheiro trazido pelo vento..

  9. Marina

    em

    Na verdade as três teorias se complementam. Podendo as três serem o motivo.

  10. Acho que muitos outros animais agem assim, inclusive insetos. Moscas rodopiam sobre uma mesa antes de escolher onde pousar. E humanos: gente rodopia num estacionamento antes de escolher a vaga que vai estacionar. Eu rodopiei o Brasil inteiro para escolher onde comprar o terreno para minha velhice. Em inglês tem uma expressão muito usada hoje nos USA, “hitting – or beating – around the bush” que veio dos tempos das caravanas no velho oeste, quando o homem pegava uma vara e rodeava os arbustos batendo para ver se não tinha cobra, antes de se deitar ao lado. Hoje ela se refere a pessoas que ficam rodando situações sem avançarem. E tem uma teoria dos misticos, dizendo que em cada ambiente energias vibram de diferentes intensidades, e existiria apenas uma mais semelhante a nossa própria vibração,portanto ali seria o seu ponto. Não sabemos se animais percebem estas coisas, mas não é impossível. O que quero mostrar aqui é que alguns comentários acima foram taxativos, afirmativos, dizendo que é isso ou aquilo e este não é um comportamento cientifico. Só se afirma que é isto depois que uma teoria foi confirmada com fatos e experiencias e pode ser repetida. Quero ver estes fundamentalistas botarem um cachorro na mesa e provar sua teoria.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo