Curiosidades

Por que algumas pessoas engordam tudo de novo após a lipoaspiração?

“Eu amo D+ o Diário de Biologia, conhecia pouco tempo, mas já li quase tudo que você escreveu. Eu gostaria de saber sobre a Lipoaspiração, como ela é feita e por que a maioria das pessoas engordam tudo de novo depois de um tempo.” Luddy – Porto Alegre/RS




Obrigada pelo carinho Luddy. Pois é, para entender tudo, é bom relembrar o que é gordura. A gordura é um tecido (tecido adiposo) composto de camadas de células que armazenam energia e isolam a temperatura do corpo. Temos duas camadas de gordura sob a pele: a profunda e a superficial. A Lipoaspiração trabalha com a camada de gordura mais profunda.

O processo é mais ou menos assim: A anestesia pode ser local, epidural ou até geral, dependendo de cada caso. O médico faz uma pequena incisão (2 ou 3 mm) por onde insere um tubo de aço inox (a cânula) em regiões previamente estudadas atingindo a camada de gordura mais profunda. O procedimento nesta camada é mais aconselhável que na camada superficial, pois há menos risco de machucar a pele. Geralmente, o médico empurra e puxa o tubo através da camada de gordura manualmente ou utiliza um mecanismo automatizado que faz este movimento sozinho. Conforme a cânula se movimenta, as células de gordura são quebradas e uma bomba de vácuo que fica acoplado à cânula, remove a gordura por sucção.

As pessoas que passam por este procedimento, precisam usar uma roupa de compressão após a cirurgia, pois a cânula cria uma espécie de túnel na camada de gordura. A roupa serve então para cicatrizar este túnel e criar uma nova forma para o corpo.



cirurgia-plastica-estetica

Por causa da retirada de grande parte do tecido adiposo, a lipoaspiração é um procedimento permanente. No entanto, algumas pessoas voltam a engordar se continuam se alimentando de forma errada ou evitar os exercícios físicos.

Bom, por causa da retirada de grande parte do tecido adiposo, a lipoaspiração é um procedimento permanente. No entanto, algumas pessoas voltam a engordar se continuam se alimentando de forma errada ou evitar os exercícios físicos. Isto ocorre, em parte, devido a um hormônio chamado leptina, que é feito de células gordurosas. Quando retiramos a gordura na lipoaspiração, os níveis deste hormônio diminuem. Esta diminuição causa um aumento no apetite até que os níveis subam novamente. Ou seja, o corpo toma a decisão de acumular mais gordura do que antes, pois se sente prejudicado com a retirada da “energia” acumulada por tanto tempo. Para compensar a perda de células gordurosas, o corpo produz mais células gordurosas em outras regiões, é por isso que muitas pessoas engordam tudo de novo após a Lipoaspiração.



liposuction-5

Quando retiramos a gordura na lipoaspiração, os níveis deste hormônio diminuem. Esta diminuição causa um aumento no apetite até que os níveis subam novamente.

FONTE

3 comentários

3 Comments

  1. Iago Malta

    em

    Bem, não tô a fim de sofrer lipoaspiração, mas tenho uma dúvida.
    Os adipócitos, ou tecido adiposo unilocular, têm capacidade mitótica nula. A quantidade de células gordurosas que você tem vai morrer com você.
    O caso da lipoaspiração não seria o aumento do tamanho das células gordurosas remanescentes para ocupar o espaço das que foram sugadas E, como dito, suprir metabolicamente a retirada das outras?
    Perfeito, só fiquei com dúvida quanto à formação de novas células.
    Obrigado!

  2. weber

    em

    a resposta não tem nada de biológico e sim zoológico…

    Se sentem umas lagartixas depois da lipo, acabam comendo feito umas vacas velhas e dormindo feito porcas … aí dá nisso..

    viram hipopotamos femea quando não, Baleias…

  3. Jéssica

    em

    As células adiposas são amitóticas, portanto, as células remanescentes sofrerão hipertrofia, aumento da função e dos constituintes celulares, para compensar a perda de células adiposas e não hiperplasia, que é o aumento do número de células.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo