Animais

Sensacional: algumas espécies de formiga tratam pulgões como seu gado!

Quem nunca ouviu falar, vai descobrir agora uma amizade muito “comovente” do mundo dos insetos. Os biólogos chamam essa amizade de mutualismo, mas, seja qual for o nome não deixa de impressionar.

Você já deve ter ouvido falar dos pulgões – também conhecidos como afídeos. Eles são insetos da ordem dos Hemipteros (parente das cigarras, cigarrinhas e percevejos) que se alimentam da seiva das plantas, causando um grande estrago. A substância retirada das plantas é rica em açúcar e durante a alimentação, os pulgões acabam eliminando pelo ânus um material adocicado, resultado do excesso de açúcar. Não é segredo para ninguém que as formigas adoram coisas doces e é aí que surge a amizade.




As formigas pastoras tem um comportamento bastante intrigante com os pulgões. Interessada naquele açúcar dispensados pelos pulgões, essas formigas os tratam como “seu gado” e por causa disso, os pulgões são até chamados de “vaca-das-formigas”. A relação é interesseira: Da parte da formiga, para obter o melado produzido, elas acariciam os pulgões com suas antenas. Da parte dos pulgões, são interessados na proteção que as formigas oferecem, principalmente contra as joaninhas, suas maiores inimigas. É uma troca de favores.

ants_aphids_sugar

As formigas pastoras tem um comportamento bastante intrigante com os pulgões. Interessada naquele açúcar dispensados pelos pulgões, essas formigas os tratam como “seu gado” e por causa disso, os pulgões são até chamados de “vaca-das-formigas”.



A “afeição” é tanta que em locais com inverno rigoroso, algumas destas espécies de formigas pastoras reúnem e armazenam ovos de afídeos nos seus formigueiros. Na primavera, levam os afídeos recém eclodidos para as plantas que cedem a seiva. em alguns casos, ao saírem para fundar uma nova colônia, as formigas rainhas, levam consigo ovos de pulgão para aí criar um novo enxame. Outra curiosidade é que quando os pulgões enfraquecem muito a planta que é fonte de alimento, as formigas se juntam numa missão: carregar os seus pulgões para uma planta mais forte.

Como há benefício para ambas, trata-se de uma relação de mutualismo entre formigas e pulgões: os pulgões são protegidos dos inimigos naturais e as formigas alimentam-se da melada produzida pelos pulgões.



Ant_Receives_Honeydew_from_Aphid

A “afeição” é tanta que em locais com inverno rigoroso, algumas destas espécies de formigas pastoras reúnem e armazenam ovos de afídeos nos seus formigueiros.

13 comentários

13 Comments

  1. gugs

    em

    show, vix mas essas formiguinhas parecem gente. 😮

  2. gugs

    em

    otima materia e parabéns pelo site,
    e essas formiguinhas parecem gente. 😮

  3. Muito legal essa curiosidade.
    Eu já sabia, mas foi muito bom relembrar.
    Eu tentei linkar o blog no meu, mas não consegui colocar a imagem de link me. 🙁
    Beijinhos no ?

  4. Jojo

    em

    Adorei o post! Não sabia disso! Fiquei imaginando as formiguinhas carregando os pulgões de estimação, que gracinha.. hehehe
    =)

  5. thomston

    em

    o mundo dos insetos sempre surpreendendo!!!!

  6. Carlinha

    em

    Poxaaaa Xará, cada coisa heim!?
    Formiga pote de mel, formiga pastora… interessantissimo…
    Sucesso!
    beijos 🙂

  7. Víctor

    em

    Tem uma informação incorreta no texo. Você colocou assim: “Eles são insetos da ordem dos Hemipteros (parente das cigarras, cigarrinhas e percevejos)…”, só que a cigarra pertence à Ordem Homoptera e não Hemiptera como está no texto no qual está subentendido que as cigarras tbm fazem parte da Ordem Hemiptera.

    Víctor Henrique, graduando do curso de Ciências Biológicas.

    • Víctor – As cigarras não são da ordem homoptera a muito tempo. Dê uma olhada no livro Introduction of the insects – do Borror&Borror. Beijinhos!

  8. Ewerton

    em

    Essa relação é interesseira sim mas, sem querer por em xeque sua belíssima matéria Prezada Karlla, as formigas não fazem os pulgões produzirem essa substância como vc deu a entender, o “mela” trata-se nada mais nada menos do que as fezes dos afídeos eles produzirão esse líquido com as formigas os “acariciando” ou não com as antenas, os ácaros e as cochonilhas se dirpersam por forese ou seja, eles pegam uma “carona” nas formigas e em outro insetos, nos cultivos onde há infestação de pulgão essas fezes são depositadas sobre o limbo foliar atraindo outros “apreciadores” desse líquido, os fungos Meliola sp e Capnodium sp, que passarao a se desenvolver nesse líquido cobrindo toda superfície foliar com um manto negro prejudicando a fotossíntese, respiração e transpiração do vegetal podendo levá-lo a morte.

    Ewerton Medeiros, Eng Agronomo UFRPE

  9. said

    em

    O Nome é esclavagismo.

    Uma se aproveita da atividade da outra =p

  10. Mariana

    em

    Olá! Sobre a matéria. Nesse caso, quando ambas se beneficiam, seria mais um exemplo de protocooperação e não mutualismo correto? Também chamado de sinfilia.
    Quando estudei este caso, me foi apresentado como escravismo, quando a formiga “escraviza” o pulgão e as vezes até torna seus filhotes “escravos”. Não seria isso, pelo menos nesses casos? Mas achei interessante a relação delas como protetoras dos mesmos, das joaninhas. Nunca tinha ouvido falar nessa relação. Interessante. Você poderia me informar sua fonte/bibliografia para eu ler mais a respeito? Agradeço.
    Parabéns pelo site.

  11. Diids

    em

    Flor isso é esclavagismo, os pulgões são escravos das formigas, pois dependem delas a todo momento para sobreviver, enquanto as formigas aproveitam do trabalho dos pulgões, apesar de ambos saírem ganhando, só pelo fato do pulgão depender da formiga para não ser morto por joaninhas e ser extinto é considerado escravidão (esclavagismo ou sinfilia) nunca seria mutualismo x} beijos.

  12. Matheus Martins

    em

    Eu acredito ( não tenho certeza), que essa relação seja de mutualismo, porque as duas espécies se beneficiam, se fosse esclavagismo, pelo menos uma tinha que ser afetada.
    Também poderíamos interpretar, que quem domina a “relação” é o pulgão, porque a formiga o protege de predadores, em troca da seiva.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo