Curiosidades

Como nosso corpo reconhece o vírus da gripe?

Como nosso corpo reconhece o vírus da gripe?
3.5 (70%) 2 votes

“Meu nome é Rafael e eu tenho 9 anos. Não consigo entender quando o vírus entra no corpo, como o corpo fica sabendo que tem um causador de doença? Não entendo onde fica o sistema imunológico.” Rafael




Querido Rafael, é um pouco difícil explicar sobre imunidade em uma linguagem que uma criança da sua idade entenda, mas vamos lá! Nosso sistema imunológico fica por todo lado é formado por células e órgãos que evoluíram para nos defender contra os microrganismos que causam infecção, numa guerra imunológica. Grande parte do trabalho nesta guerra é realizada por células especializadas, cada tipo com uma função específica. Os famosos anticorpos são produzidos por estas células, eles são proteínas e cada um responde a um antígeno específico (bactéria, vírus ou toxina).

Quando o vírus invade nosso corpo logo encontram o nosso exército imune, da qual fazem parte as células brancas do sangue chamadas “macrófagos” (conhecidas por serem apresentadoras de antígenos). Os macrófagos agarram e engolem tantos vírus quantos consigam, aprisionando-os em pequenas bolhas dentro deles (uau!!!). Mas como eles sabem que os vírus são inimigos? Bem, todas as células e bem como os vírus usam um tipo de “uniforme”, feito de moléculas marcadoras que cobrem as suas superfícies. Tanto as células quanto os vírus mostram moléculas que são únicas, só suas (é como se fossem a impressão digital).

Os macrófagos e as outras células imunes não são nada bobas, elas reconhecem o “uniforme” usados pelas células e germes benéficos do próprio corpo. A presença dos inimigos (vírus, bactérias, fungos…) que podem causar doença, é logo percebida pois eles usam o “uniforme” diferente. Essas moléculas que estimulam o sistema imune a reagir são os chamados “antígenos”.

Localizado o inimigo, os macrófagos-comilões engolem a maior parte dos vírus que conseguem, mas eles poupam parte do antígeno e os “levam” para as “bases do exército” do sistema imune, os chamados “linfonodos”. Os linfonodos são nódulos do tamanho de feijões que ficam espalhados por todo o corpo, e são os pontos de encontro das células do sistema imune. Chegando ao linfonodo e carregando informações do inimigo (antígenos), eles mostram para as outras células do sistema imunológico para que depois disso, todas elas sejam capazes de destruir o inimigo que usar aquele uniforme. Ou seja, os macrófagos mostram os antígenos do vírus para as células brancas de defesa chamadas “linfócitos”, fazendo-as entrar em ação.



gripe-e-resfriado

Nosso sistema imunológico fica por todo lado é formado por células e órgãos que evoluíram para nos defender contra os microrganismos que causam infecção, numa guerra imunológica. Grande parte do trabalho nesta guerra é realizada por células especializadas, cada tipo com uma função específica.

Enquanto nossos guerreiros do exército imunológico atuam para livrar nosso corpo da gripe, a gente se sente péssimo, fica de cama, dá febre, coriza, dor de cabeça. Se o nosso sistema imunológico estiver fortalecido, logo  começa a mostrar sinais de vitória. As células vão eliminando o vírus mais rápido do que ele consegue se multiplicar. Mas uma coisa é importante: uma vez reconhecido pelo sistema imunológico  as células de defesa sempre estarão prontas para derrota aquele vírus. Por isso é difícil pegarmos a mesma virose duas vezes!



Propriedades do nosso sistema imunológico

O organismo reconhece e reage com a produção de anticorpos específicos contra determinado agente infeccioso.

O sistema imunológico é capaz de reconhecer milhares de tipos de microorganismos, bastante diferentes uns dos outros, e de desencadear contra cada tipo uma resposta adequada.

As células têm uma grande sensibilidade diante de substâncias estranhas que invadem o corpo. Mesmo diante de pequenas quantidades de antígenos, as células se excitam e desencadeiam uma intensa mobilização da nossa defesa.

Uma vez que o sistema imunológico tenha entrado em contato com um agente infeccioso, poderá desenvolver células capazes de reconhecer esse agente, mesmo depois de várias décadas.

———————FONTE—————————

Depois deste texto, acredito que minha legião de críticos de plantão vai exercitar seus dedinhos mandando emails. Desculpe… Mas, não saberia responder a uma criança de outra forma!


17 comentários

17 Comments

  1. Maria Angélica

    em

    MOdéstia é uma coisa feia, Karlla! Eu não teria respondido melhor no meu campo de trabalho.
    Vc foi maravilhosa, tem dom pra ensinar crianças . Só vai receber elogios, aposto!

    =]

  2. Lucão

    em

    Nossa, eu tenho 27 anos e entendi de maneira clara, pois a analogia que você usou foi muito boa!

    Parabens mesmo!

  3. Claudio Molina

    em

    Por pura curiosidade entrei no site e comecei a passear por ele. Dai vi a explicação sobre como nosso corpo descobre o virus da gripe. Se existir alguem que venha tecer uma critica negativa sobre a sua explicação, é pq essa pessoa é totalmente desprovida de cérebro e incapaz de ter imaginação. PARABENS!!!….SUA EXPLÇICAÇÃO FOI INCRIVEL!!!……tenho 53 anos de idade e adorei o site…..PARABENS NOVAMENTE!
    Paz e Bençãos!

    • claudio – obrigada mesmo!!! Vc não sabe como tem gente chata nesse mundo! rsss…. Meu objetivo é q qqer pessoa possa entender, não to nem aí para criticas!

  4. HJ

    em

    Parabéns,gostei muito.

  5. marta helena bianchi

    em

    sofro de sindrome do panico, a seis anos adoeci no trabalho onde fiquei por 14 anos, agora estou pior estou desempregada, não consigo afirma em emprego nenhum. estou desanimada. fraca, tenho tambem talassemia gostaria de mudar minha vida, mais não consigo por favor me ajude, estou desesperada.

  6. Thalita Souza

    em

    Karlla, muito obrigadaaa.
    Estou entrando no curso de enfermagem agora, vi um documentario gigante que disse um mooonte de coisas e vc resumiu perfeitamente e ainda muito claro!
    Esse Rafaeel, deve ter entendidoo mesmo.
    Espero um dia me tornar uma enfermeira pediatrica e saber explicar tão bem assim aos meus pequenos pacientes!

    🙂

  7. Fábio

    em

    Olá, Karlla. Eu estava pesquisando sobre como o vírus da gripe age em nosso organismo para poder responder a questão de um trabalho. Enfim. Dei de cara com o seu esclarecimento para o Rafael e estou, simplesmente, maravilhado com a maneira que você respondeu e ilustrou. Estou lamentando muito não poder colocar a resposta com suas palavras, pois você encontrou uma forma maravilhosa de fazer qualquer Ser Humano entender como o vírus da gripe e o corpo humano reagem em um “ataque”. Perfeito! Parabéns milhões de vezes! Espero, um dia, poder ter uma criatividade, inteligência e sapiência, pelo menos, parecidas com as suas! Beijos e que Deus te abençôe e continue te dando essa Luz, sempre! Quanto as críticas, não se preocupe. Quem te criticar de forma negativa, o fará por pura inveja de nunca ter pensado igual a você…

  8. Olha gostei muito.. Tava navegando pela net para entender um pouco sobre meu hemograma quando vir a pergunta, resolvi dar uma olhada e achei mais interessante ao ler a resposta.. Vc foi muito criativa e inteligente.. Amei.! “Não fiquei com nenhuma dúvida” ‘rsrs.. Parabéns.! Ah, e as criticas só se forem de pessoas invejosas que não tiveram a sorte de ter esse seu Dom.. Beijão.!

  9. Lidia

    em

    Karla,tou resolvendo uns exercícios e tava precisando dessa explicação para compreender as questões..obrigada mesmo você é um anjo..enquanto as criticas,bom elas nao faram voce perder essa inteligência e sim aumentar..bjs querida..

  10. Perfeito professora. Muito legal, soube explicar numa linguagem ótima para que as crianças, desde novinhas, já começem a entender sobre o sistema imunológico. Parabéns.

  11. Thales

    em

    Parabéns pela linguagem utilizada e versatilidade em atender todos os públicos, tenho 24 anos e a resposta foi muito útil pra mim também, tenho certeza que será para outras tantas pessoas que se interessarem por ler esta publicação.

  12. Everaldo

    em

    Amazing!!!

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo