Animais

Sapo, perereca e rã, qual a diferença?

Karlla, sempre que vou diferenciar os sapos, pererecas e rãs  chamo de sapo, sapinho ou sapão, mas sei que existe uma diferença. Pode dar essa aulinha pra gente? Luiza Saldanha – Santo André/SP




Existe uma diferença sim, Lu. Mas antes de falarmos das diferenças, têm algumas informações sobre este grupo de animais que vocês precisam saber: Os sapos, as pererecas e as rãs são Anfíbios da ordem Anura. Esses anfíbios não possuem cauda, sofrem metamorfose e apresentam a pele úmida e com pouca queratina (proteína impermeabilizante), por isso geralmente são vistos em locais úmidos. Por causa disso, possuem a pele rica em glândulas mucosas, que a mantêm sempre úmida e permeável. Os pulmões nesses animas são tão simples que se tornam insuficientes para as necessidades respiratórias. Assim, a respiração cutânea (pela pele) também é fundamental.

As RÃS possuem hábito aquático, vivem na proximidade de lagos ou outros lugares úmidos. São capazes de mover-se adequadamente fora d’água, contudo são muito mais hábeis durante a natação. São animais de pele lisa, possuem membranas interdigitais (entre os dedos) dos membros posteriores, como se fosse um pé de pato, essas perninhas de trás são bem mais longos do que dos sapos e pererecas.  As rãs são os únicos anuros que podem ser ingeridos, portanto pode comer bolinho de rã a vontade, que não fará nenhum mal!

Ra-do-Pantanal-pode-trazer-cura-para-diabetes-diz-estudo[1]

As RÃS possuem hábito aquático, vivem na proximidade de lagos ou outros lugares úmidos.



As PERERECAS são anuros de pequeno porte que são comumente encontrados em paredes, ou sobre árvores. Isso porque apresentam expansões na ponta dos dedos em forma de ventosas, que provovem adesão (lamelas adesivas). Essas expansões permitem que possam preder  em superfícies, destacando sua capacidade de explorar o mundo vertical. Possuem também uma pele bem lisa e seus membros são bastante desenvolvidos.

perereca

As PERERECAS são anuros de pequeno porte que são comumente encontrados em paredes, ou sobre árvores.



Os SAPOS são mais independentes da água que as rãs e pererecas, podem ser encontrados em lugares mais secos, longe dos corpos d’agua. O que os diferencia dos demais anuros é a pele muito rugosa e seca e o membros posteriores mais curtos. Ainda possuem possuem glândulas denominadas paratóides, situadas atrás dos olhos, um local estratégico para sua defesa do ataque de um predador. Essas glândulas têm poros por onde saem um líquido branco leitoso que tem propriedades cáusticas (causa queimaduras e irritação). Cuidado!

sapo

Os SAPOS são mais independentes da água que as rãs e pererecas, podem ser encontrados em lugares mais secos, longe dos corpos d’agua.

Assim, fique de olho nos anuros: Se tiver pele enrugada e glândulas de veneno, é SAPO. Se tiver pele lisa e discos adesivos na ponta dos dedos, é PERERECA e se o bichinho for de pele lisa, mas tiver membranas entre os dedos, é RÃ… Nunca mais esqueça!!! 😉

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


16 comentários

16 Comments

  1. alex

    em

    Ou seja, espetinho de rã esta liberado. rsrs

    • caray entendi tudo so apanes lendo tudo que eu tinha duvida!!!

  2. Eu gostaria muito de ter uma parceria com vc e espero atensiosamente a resposta. Adicionarei seu banner assim que adicionar o meu o pelo menos me enviar uma resposta dizendo que já vai adicionar. Obrigada pale oportunidade e abraços. =]

    • Gisele, coloquei o seu link ali do lado nos parceiros. No momento não estou fazendo parceria de banner, como vc pode ver não tenho nenhum banner no meu blog, apenas aqueles de agregadores. Estou prestes a mudar todo o layout do blog e então, todo política de parceria vai mudar. Inclusive dos links, ok?

  3. Edmilson

    em

    as Rãs n gostaram mt disso u.u

  4. Lucas

    em

    Olá Karlla, sempre dou uma olhadinha pelo site, acho muito interessante principalmente pelo modo como é didatico. Sou estudante de Biologia e sigo ramo da Zoologia e trabalho com anuros (herpetologia) e por isso esse post me atraiu. Para uma análise por base do “olhometro” fica didatico distiguir sapo, rã e perereca, mas toma cuidado porque isso não é regra.
    Existem rãs de pele rugosa (ex. algumas no genero leptodactylus),assim como sapos e pererecas que tambem possuem membranas interdigitais, assim como exitem rãs que nao possuem. (((Não é recomendado ingerir rãs que nao se tem conhecimento porque existem especies venenosas))).
    Exitem pererecas de pele rugosa (ex. algumas do genero Scinax) e seus membros sao desenvolvidos para o habito de escalada.
    Quanto aos sapos existem aqueles que possuem Gl.paratoides mais evidentes outros nao. O liquido excretado geralmente nao causa irritacao. Mas é bom ter cuidado porque alguma pessoa pode ter alergia. O importante ao se pegar um anuro e nao colocar a mao depois em mucosas, olhos ou feridas. Sapos da familia Dendrobatidae (os famosos sapo flecha) possui um veneno que nao causa irritaçao mas uma gotinha de seu veneno diluida é capaz de matar varias cabeças de boi).

    Acho que todos (incluindo eu) que amam a biologia sabe que ela é uma ciência das excessões 😀

    Gostei do post, informações uteis devem ser mostradas

    • Lucas – É verdade, biologia é a ciência das excessões. Aqui procuro mostrar a informação básica, pois direciono o blog para quem não entende muito de biologia. Mas vou aproveitar seu comentário para acrescentar ao post. Obrigada colega. Fico super feliz qd os colegas comentam, ajudam a acrescentar ao invés de corrigir com arrogância e superioridade. Criticar é fácil né? Beijos, volte sempre!

  5. Alberto

    em

    ja comi rã é muito boa ^^

  6. Rai

    em

    muinto obriga pela pesquisa :p :straight: :ninja: 😆 xD 😀 :angel: :bandit: :alien:

  7. Erenice

    em

    Bom dia Karlla, tudo bem?Estou preparando meus alunos do 1º ano a realizarem um projeto sobre a metamorfose do sapo. Ainda estamos pesquisando e o apresentaremos na feira de ciências da escola…Aproveitamos muito suas informações e agora as dicas do Lucas, complementando a pesquisa.Agora preciso de fotos da metamorfose, você tem alguma?Obrigada.Parabéns pelo belo trabalho! Um abraço.Erenice.

    • Erenice – infelizmente não tenho fotos da metamorfose dos sapos. Mas tenho certeza que pode consegui-las na internet mesmo. beijos e boa sorte!

  8. Erenice

    em

    Karlla, já consegui!Obrigada.Beijos.

  9. Estéfane

    em

    Muito interessante essa explicação, tinha até uma dúvida, mas entendi com clareza e rapidez…
    🙂
    Abraços

  10. stela

    em

    Aqui em casa tem um sapo q mora no jardim,é bom pq quando ´´chove“ inseto ele acaba com tudo.

  11. Leda Araujo

    em

    Sempre peguei em sapos , pois amaioria das pessoas quando veem estes pobres bichinhos fazem o maior escândalo, e sobra para mim levá-los a um lugar seguro. Quando meus filhos eram pequenos eu dexava sapos dentro de casa para comerem insetos. Todo vizitante achava nojento aquilo, mas eu sempre dizia “nojentas são as baratas que andam pelos esgotos, vasílias limpas e alimentos, sapos só ficam no chão.” -CURIOSIDADE : em curvelo, MG, estava voltando com as crianças da escola e vimos um sapo enorme andando em pé, sobre as patas trazeiras…isto acontece com frequencia? Obrigada pela atenção.

  12. vytor

    em

    Aki onde eu moro,na cidade de teresópolis região serrana ,do rio de janeiro,temos uma reprodução consideravel de rãs,sapos e pererecas.quais são os cuidados que temos que ter ao manusear estes animais,para q possamos nos proteger de possiveis doenças q eles possam transmitir,e para q não machuquemos esses animais?
    vlw

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo