Curiosidades

Síndrome de Pica: mania de comer coisas estranhas

 Depois de falarmos sobre a tricofagia, doença na qual as pessoas arrancam os próprios cabelos para ingeri-los – veja AQUI! – hoje, apresento a vocês a alotriofagia, também conhecida como “Síndrome de Pica” que se trata de uma condição bastante rara entre os seres humanos, na qual o indivíduo tem um apetite descontrolado por coisas ou substâncias não comestíveis, como tecidos, sabão, moedas, carvão, pedra e tudo mais.

O nome “pica” vem latim e significa “pega”, um pássaro do hemisfério norte conhecido por comer quase de tudo que encontrar por sua frente. Esta síndrome pode ser vista em todas as idades, mas especialmente em mulheres grávidas e crianças, principalmente aquelas que possuem desnutrição ou dificuldades no desenvolvimento. Mas atenção às mamães: se uma criança é vista comendo terra, tentando engolir brinquedos, pedrinhas, botão de roupas e até cocô não significa que ela tenha pica, pois sabemos que no desenvolvimento normal da criança existe a fase em que tudo é “experimentável“. Para que tais hábitos sejam considerados pica isso precisa persistir pelo menos por um mês durante um período de vida quando não se considera normal, dentro do quadro de desenvolvimento humano. Ou seja, se uma pessoa não pode ver um pedaço de carvão, ou fica tentando comer a própria roupa… É um caso para se observar!




3253880445_db682e2d70

Na Síndrome de Pica, as pessoas tem desejo de comer coisas que não são comestíveis, no caso de comer pedras, chamamos de Geofagia!

Este transtorno pode ser revertido com o uso de alguns medicamentos e ingestão de vitaminas, mas na maioria dos casos o tratamento exige considerações psicológicas e ambientais. Em alguns casos uma leve terapia tem sido eficaz para modificar o quadro de pacientes sofrendo com essa condição.



g_sindrome-de-pica

Este transtorno pode ser revertido com o uso de alguns medicamentos e ingestão de vitaminas, mas na maioria dos casos o tratamento exige considerações psicológicas e ambientais.

FONTE

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


31 comentários

31 Comments

  1. E.U.

    em

    Pensei q sindrome de pica fosse outracoisa, hehehehehe!!!
    Muito louco isso aí… legal!

  2. Boa. Valeu!

  3. E se uma pessoa com sindrome de pica quiser morder a Piiii… deixa p la…

    rssss

    Valeu gente…

  4. ens

    em

    o nome é realmente bem esquisito UAHUAHUA
    mas bem bacana

  5. Luciana

    em

    Cara, esse blog é muito bom… vou perder meu dia de trabalho navegando aqui. Se eu for demitida, a culpa é sua! 👿

  6. ATENÇÃO: O diário de Biologia, não se responsabiliza pela demissão das pessoas viciadas em ler o site! hahahah…. Beijos Luciana, obrigada pelo comentário animador, ADOREI! :love:

  7. Lívia

    em

    Eu achei q esta mania de colocar coisas na boca ou comer coisa q não é comida,se chamava verme,kkkk.Muito bom o blog!!! 😀

  8. ricardinho

    em

    eu sei que tem um monte de mulheres que tem naturalmente a síndrome de pica mas não é considerado patologia…
    HEUHEUEHEU….

  9. James Toseland

    em

    Caríssima, você escreveu “mulheres grávidas” no texto. Não seria melhor apenas “gestantes” visto ser impossível os homens engravidarem? Outra coisa, o pássaro em questão é a Pega rabuda (Pica pica). Teu blog é bem legal. Abraço.

  10. Jon

    em

    Quando criança eu comia esponja. Era uma loucura. Não podia ver nenhum tipo de esponja que ficava com água na boca e dava uma vontade danada de mastigá-la.
    O transtorno que isso me causou foi mais vergonha mesmo, já que tinha que estar sempre dando uma desculpa para a minha mãe dos motivos pelos quais isso aconteciam (afinal, eu não sabia o que se passava)

    Resolvi o problema simplesmente parando um dia, sem tratamento nem nada mais.

  11. Monica

    em

    Meu filho vive mastigando a borda das camisetas dele, é horrível, não sei se é ansiedade ou essa síndrome. Pode me explicar?
    Obrigada

  12. Mayra

    em

    Monica, (Do comentário acima),

    Quando eu era pequena, tb mordia a borda da camisa… Na época de frio, piorava, pq mordia tb a manga das blusas de Frio… 🙁
    Realmente, não sei se isso é mania infantil, ou se podia ser sinal de algo, mas hoje, aos 18 anos, estou terminando de sair de um tratamento contra ansiedade… 😉
    Por via das dúvidas, procure um médico pro seu filho !

    Abraços,

    Mayra Ribeiro
    anjimayra@hotmail.com

    Obs :AMEEEEEEEI o site !

  13. Lorenzo

    em

    quando pequeno, tbm mastigava bordas de camisa, principalmente as golas. E qdo minha irmã era pqna ela ADORAVA sabonete. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ^_^

  14. kaique

    em

    por falar em grávidas eu queria saber porque as gestantes tem essas vontades de comer muitas coisas
    obs:
    são meia-noite e eu to navegando no site desde as nove horas, também o site é maravilhoso

  15. Jessica Dayanne

    em

    Boom Sabeer sobre isso , Pois eu Quando era pequena Comia “Barro” kkkkkkkkkk
    Dificil de acreditar mais é verdade , Que vergonha gente :/
    então amei o assuntoo beijooos ..

  16. Elisabete B.

    em

    O Blog é maravilhoso! Sou seguidora há algum tempo e aprendo muito nessas leituras. Parabéns!

  17. Andressa rodrigues

    em

    Bom gente tenho 17 anos e eu tenho essa doença tipo me da vontade louca de come plasticos mais sacolinhas sei la.eu tento penso comigo que é ruim pra mim mais n consigo.o qiue eu faço?

    • Olá Andressa, bom dia. Primeiramente, eu creio muito no poder de nossa mente e vivo baseado nisso, pois eu era muito inquieto, não conseguia ficar sem fazer nada e me irritava fácil. Certa vez quiseram me levar no psiquiatra para ver o que eu tinha, então eu pensei comigo mesmo e comecei a ver que eu posso me controlar e mesmo que algo me incomode ou dê vontade de fazer alguma coisa, eu me controlo, falando pra mim mesmo que não vou fazer tal coisa e que não vou me irritar.
      No começo foi difícil, até que comecei a meditar. Me deitava no chão do quarto, apagava as luzes (nos momentos inquietos) e então escutava música para meditação (barulho de água, vento, instrumentos leves) e começava a pensar nas coisas que gosto e via o lado bom de ficar quieto um pouco e poder viajar na minha própria mente.

      Nossa mente é fantástica! Usamos só 10% do nosso cérebro, o restante temos que usar!

      Antes de ir procurar um médico, sugiro que converse com você mesma e pense que pode mudar. Medite um pouco (baixe o CD Feng Shui) e escute nas horas em que estiver aflita ou com vontade de comer coisas estranhas!

      Forte abraço! Melhoras 🙂

  18. xx

    em

    nossa eu tenho um apetite incontrolável por coisas que viram pó, tipo pedaços de parede, coisas de gesso, pedacinho de tijolo, eu gosto da sensação de aquilo virar pó na boca, me dá muito prazer ao comer antes nao me preocupava com isso, mas agora nao consigo parar, quebrei a moldura de gesso do ar condicionado do meu quarto e já comi toda, no começo eu me sinto bem, mas depois sei que isso faz mal. Comecei a perceber essa vontade na adolescência mas agora já tenho 23 anos e não passo um dia sem comer algo de gesso, cimento, etc. Não fico sem, as vezes estou na rua, e passo por alguma parede quebrada alguma coisa e como, mas se estou com alguem eu pego e como sem a pessoa perceber ou guardo no bolso pra comer quando puder.

  19. segred@

    em

    Eu tbm tenho a sindrome desde de que era muito pequena,lembro me que começou com moedas,depois eu comia o creme anti ruga da minha vo(era uma delicia),depois foi talco,farinha,gesso,tijolo,linha,papel,lã e hoje em dia aos 22 anos não passo um dia sem comer papel higiênico misturado com pasta de dente(faço tipo um ciclete e fico mastigando horas…)
    Gostaria muito de saber o que eu faço,até meu marido ja percebeu,o pior é que sempre que alguém me pega com algo na boca me maltrata e diz que eu sou maluca(o que não é verdade).
    Sera que vou conseguir parar um dia?

    • lua

      em

      eu tinha essa mania de comer papel com pasta.

  20. Skull

    em

    pow… eu ainda tenho manias esquisitas tipo comer papel e plastico de canetas… ate coisas + bizarras como sacolas plasticas… muito bom esse blog!

  21. DG

    em

    Eu já cheguei a comer bolinhas de papel, quando apanhava seca nas aulas. Tenho uma prima minha que comia sabonete. A minha mãe quando era pequena fazia bolinhos de terra como se fosse chocolate e comia, porque para ela eram mesmo bolos. Existe muitas pessoas que roem as canetas e lápis acabando por ingerir. Apesar de já ter passado muito tempo queria dizer à “Segred@” que apesar de ser complicado, devia tentar substituir a pasta por outra coisa qualquer porque ela faz muito mal aos órgãos digestivos 😡

  22. Sobrenatural

    em

    Eu tenho a mania de comer plastico , borracha do fone de oivido pspel ou qualqur coisa bizzarra eu gosto mais sei que faz mal tbm com tecidos linha etc
    Se der como qualquwr coisa

  23. ana cristina

    em

    Olá, tenho um filho de 13 anos e ele tem mania de mastigar e até comer coisas estranhas como caneta, sacolas plasticas, borracha, o braço da cadeira, fone de ouvido, pilha, presilhas de cabelo, estou muito preocupada pois com essa idade não era mais pra fazer isso, o que devo fazer? Qual profissional devo procurar?

    • France bulls

      em

      ele é maluco fia…
      rs

  24. luzinete

    em

    Tenho um aluno de 7 anos que come de tudo!.Papel,lápis,borracha,giz de cera,hidrocor…Fico muito preocupada.
    Pedir que a mãe dele o levasse ao médico ,estou aguardando resposta.

  25. renan

    em

    eu fico com muita vontade quando vejo uma pizza ou lazanha. Pedras , tijolos, caneta , papel não sou chegado.

  26. Liza

    em

    Tive muito isso quando menina, comia parede, cimento e tijolo. Passou muito tempo e agora, aos 39 notei que tenho uma certa compulsão pelo sabor da parede do local onde estou morando. É horrivel, eu sei mas… gosto. Vou comprar um polivitamínico para ver se melhora…

  27. clair

    em

    Eu tenho…quando eu era criança eu comia giz e papel na escola…comia talco também…do sabonete eu engolia a espuma…quando engravidei aos 17 anos comecei a comer sabão…minha gravidez foi muito tensa e comer sabão era como uma válvula de escape para mim…comecei a andar com pedaços de sabão na bolsa e quando vou ao supermerado fico com água na boca ao passar pela sessão de sabão, sabonete etc…sempre que tenho problemas ou fico insatisfeita como alguns pedaços de sabão…de uns tempos pra cá evito o sabão e como só sabonete…como todo dia, independente de estar nervosa ou não, é como se fosse um cafezinho após a refeição…minha língua vive queimada e a boca ressecada, não sinto outro efeito como dor de barriga ou afins….tento parar mas não consigo…fico dois, três dia sem comer mas sempre volto….ah! mas não é o sabonete do banheiro não. Eu já faço compra contando com esse sabonete que vai ficar na minha bolsa pra eu comer depois….é estranho eu sei, nem falo isso pra ninguém…não adianta falar pra procurar psicologo ou psiquiatra, sou psicologa e sei que isso é emocional…acostumei e gosto, portanto sempre vou me dar desculpas para coontinuar com esse hábito…até numa seleção de emprego que fui outro dia, eu estava tão ansiosa pela vaga que não resisti e acabei comendo um pedacinho; não sei se alguém já sentiu um possível hálito de sabonete em mim e se sentiu possivelmente não imaginou que o cheiro vinha de minha boca. Comer sabonete pra mim é mais tentador que chocolate.

  28. andreza

    em

    Bom eu tenho o costume de comer espuma de crianças eu não lembro por que quero parar e não sei como . sei que isso pode me trazer grandes consequência todos da minha família zoa e fica falando que não pode mais não tem ninguém que queira me ajudar . Mais creio que deus vai me ajudar a superar este transtorno eu tenho 20 anos e eu mesma não consigo tirar essa ideia de comer estas espumas se alguém souber o tratamento para parar de comer estas espumas eu agradeço.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo