Animais

Escorpiões: O macho dá presente com espermatozoides e foge da fêmea

Os escorpiões são animais muito antigos, surgiram há cerca de 400 milhões de anos atrás. Uma das características que possibilitou esse sucesso é a reprodução eficiente desses animais. Em algumas espécies machos e fêmeas enfrentam um ritual reprodutivo bem interessante. DIVIRTAM-SE!

Tudo começa  com o macho procurando uma fêmea que o aceite. Ele não é muito insistente pois, se logo nos primeiros contatos a fêmea fizer “docinho” (resistir ao cortejo) o macho por desistir e sair em busca de outra parceira. Quando há sucesso, o macho segura a fêmea pelos palpos (aquelas piças grandes que eles possuem) e então começa uma dança: Com os pedipalpos unidos, o casal se desloca para frente e para trás, de um lado para o outro e todos os passos são determinados pelo macho, que pode sofrer fortes tremores durante a dança.


Esses pobres machos não possuem um órgão transmissor de esperma (pois é…). Aí durante essa dança ele procura um local adequado para a deposição do espermatóforo (veja a foto), uma estrutura que contém os espermatozóides que serão transferidos para a fêmea, já que o pobrezinho não realiza o ato propriamente dito. Esse espermatófro varia conforme as espécies e pode ter várias formas. Toda essa dança pode durar, de acordo com a dificuldade de encontrar o local adequado, o macho é bem cauteloso nessa hora. Isso pode levar até 10h.

A etapa seguinte é a inseminação da fêmea. Ao encontrar o local adequado, o macho eleva seu pós-abdome e libera o espermatóforo. A fêmea é, então, puxada pelo macho que segura forte em suas “pinças” e leva em direção ao espermatóforo fixado no chão, até que sua abertura genital o toca. Depois disso, ela se solta e acreditem: o macho vai embora e deixa ela se virando sozinha, e mais, ele ainda aceita que ela se envolva com outros machos para acasalamento. Quando os “escorpiões bebês” nascem, ela carrega todos eles nas costas (dorso) de uma só vez, alimentando e defendendo contra os predadores.

Resumindo: (1) O macho não possui órgão sexual para inseminar a fêmea; (2) Ele enrola ela com uma dancinha, dois passos pra cá, dois passos pra lá; (3) Ela tem que se virar sozinha para se reproduzir; ( 4) Cuida dos filhotinhos sozinha, carregando todos nas costas; (5) Ela pode ter vários parceiros durante a vida, mas será tratada sempre da mesma forma. Conclusão: Homem é tudo igual!”

Mating2

Macho e fêmea praticando a dança do acasalamento! 🙂

vaejovis-punctatus-spermatophore

Espermatóforo: É isso que insemina a fêmea. O macho não possui órgão ejaculatório. 🙁

Escorpião1

E aí está a pobre fêmea criando mais de 10 filhos de um “pai irresponsável”! ;-(

FONTE: IBARAKI, HOW STUFFS WORKS, WIKIPEDIA

 

 


⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo