Animais

É verdade que as salamandras podem regenerar uma parte do corpo perdido?

É verdade que as salamandras podem regenerar uma parte do corpo perdido?
Esse texto foi útil para você?

“Vi na faculdade essa semana que as salamandras podem regenerar partes do corpo. Isso é verdade mesmo?” Lúcia Helena

Sim, é verdade Lúcia! As salamandras são os únicos anfíbios que possuem cauda. Se por alguma razão elas percam suas preciosas caudas, as salamandras são capazes SIM de regenerá-las. Elas pertencem a mais alta ordem de animais capazes de regenerar partes do corpo. Além da cauda, podem refazer mandíbulas superiores e inferiores, olhos e corações. Uau!!!


Mas como essa criatura relativamente simples executa um truque de magia anatômica que parece coisa de ficção científica? Eu tentei resumir ao máximo!

1- Nas primeiras horas depois que uma parte do é arrancada, as células epidérmicas da salamandra na área migram para cobrir a carne exposta. Essa camada de células gradualmente endurece.

2- Células chamadas de fibroblastos presentes nos tecidos das salamandras se juntam a nova superfície formada. Os fibroblastos não são diferenciados, isso significa que estão livres para se tornar outros tipos de células, dependendo de que parte do corpo precise de substituição.

3- Essa massa de fibroblastos auxiliada por proteínas, se transformam em um blastema. Esse blastema é que com tempo se tornará a parte regenerada do corpo.

4- O código genético do blastema é que possui memória posicional, é assim que o corpo sabe em que tipo de célula precisa se transformar e qual o tipo de parte foi perdida.

5- Enquanto o blastema se forma, capilares e vasos sanguíneos e axônios (parte dos neurônios) se regeneram nele. Camadas celulares vão se formando e migrando para seu lugar pré definido para o formação do membro perdido.

6- Como o blastema possui uma memória posicional, se a salamandra perder parte do pé na altura do tornozelo, o blastema se desenvolve em forma de pé, e não de perna inteira.

salamandra-1

Com a salamandra como modelo, os cientistas esperam um dia produzir blastemas de células humanas.

——————————————-

FONTE: HOWSTUFFSWORKS


Comentários

Novidades

Topo