Curiosidades

O que é colesterol BOM e colesterol RUIM?



“Tenho colesterol alto e faço exames periodicamente para saber se os valores estão alterados. Meu médico sempre fala: ‘você precisa aumentar o seu colesterol bom’. Isso me intriga: Como pode existir um colesterol bom e um colesterol ruim?”  (Malu vargas)

Muito boa sua pergunta Malu. E acho que essa é uma dúvida de muitas pessoas, geralmente os médicos não tem muito tempo para explicar precisamente essa diferença. Quimicamente, o colesterol é definido como um álcool orgânico, com propriedades semelhantes às gorduras. A maior parte do colesterol que circula no nosso corpo, cerca de 75%, é produzida pelo fígado, mas uma boa parcela vem da alimentação, já que o colesterol está presente nas gorduras animais.


É normal ouvir as pessoas comentarem que existe um colesterol “bom”, o HDL, e um “mau”, o LDL. Na verdade, só há um colesterol. Acontece que ele não circula pelo nosso corpo sozinho, sendo transportado por dois tipos de lipoproteínas, moléculas que combinam proteínas com lipídeos (gordura), veja as diferenças entre elas:

 Uma dessas lipoproteínas é o LDL, abreviação em inglês para “Lipoproteína de Baixa Densidade”. Ele é considerado “mau” pois leva o colesterol do fígado para os tecidos, onde o excesso desse álcool pode entupir as artérias. Valores elevados de colesterol LDL estão associados a um aumento do risco cardiovascular e ao desenvolvimento da aterosclerose.

 Já o HDL, abreviação em inglês para “lipoproteína de alta densidade”, faz o trabalho inverso, ou seja, recolhe o excesso de colesterol espalhado no sangue e o leva para o fígado, que irá reaproveitá-lo. O HDL é responsável pelo transporte do colesterol em excesso, da corrente sanguínea para o fígado, onde é catabolizado, ou seja, ele retira do seu organismo o excesso de colesterol que poderia lhe causar problemas de saúde!

Colesterol-bom-e-o-ruim

Apesar da fama de vilão, o colesterol, também é essencial para o ser humano, sendo responsável pela síntese dos hormônios sexuais, da vitamina D e dos ácidos biliares! Foto: Reprodução/christiemusetti

FONTE: MUNDO ESTRANHO, ABC SAÚDE

Comentários

Novidades

Topo