Animais

Aranha-flor: é tão linda que não dá medo!



“Encontrei essa aranha branca no Parque Ecológico de Marapendi no Recreio (RJ), e fiquei apaixonada. Nunca tinha visto uma aranha assim, você conhece?” Fabiana Dutra

Pois é Fabiana, essa aranha é muito mais incrível do que você pode imaginar. É uma espécie do gênero Epicadus, mais conhecidas como aranha-caranguejo ou aranha-flor. O gênero pertence a família Thomisidae. As aranhas dessa família, possuem uma espécie de flourescência no corpo. Isso mesmo!! Essa fluorescência das aranhas é um mecanismo para enganar suas presas, os insetos que visitam flores. As vítimas são algumas moscas que comem néctar, as borboletas e as vespas.


Os olhos desses aracnídeos estão entre os mais evoluídos nessa classe de animais. Eles captam três tipos de colorações básicas: ultravioleta, azul e amarelo. Assim, fascinados pela luz das aranhas fluorescentes, se aproximam delas sem perceber o perigo. De todas as espécies da família Thomisidae, essa lindona é a mais evoluída caçadora de insetos.

Lindo exemplar de Epicadus heterogaster. Foto: Reprodução/leedingain

No entanto, pensava-se que existiam três espécies diferentes: uma branca, uma amarela e uma lilás. Em 1991 pesquisadores descobriram que não havia diferença. É a mesma aranha, que muda de coloração conforme a flor onde está caçando. E na verdade, ela não só se camufla apra a caça. como também para não se tornar vítima de seus próprios predadores, os pássaros. Confundida com as flores, a aranha engana os pássaros.

Grandes predadoras! Epicadus possui a impressionante capacidade de mudar de cor, dependendo do ambiente em que se encontra, a fim de melhorar sua camuflagem. Foto: Reprodução/uol

Antes pensava-se que existiam três espécies diferentes: uma branca, uma amarela e uma lilás. Em 1991 pesquisadores descobriram que não havia diferença. Foto: Reprodução/andrewmsnyder

 

Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.